Menu
SADER_FULL
quarta, 12 de dezembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Ivinhema faz palestra sobre Moda Verão 2010/2011

16 Set 2010 - 15h26

Um dos objetivos do Prefeito Renato Câmara é impulsionar o setor de confecções local e garantir a geração de emprego e renda.

A Prefeitura Municipal de Ivinhema, através do Ciat – Centro Integrado de Atendimento ao Trabalhador - realizou a Palestra Tendência de Moda: Verão 2010/2011. O evento aconteceu no último dia 15 de setembro no anfiteatro da UEMS. Essa ação faz parte do Projeto Proempresa Confecções e foi ministrada por duas consultoras do SEBRAE, Vivianne Portugal e Ivana Jambersi, na qual várias lojistas e vendedores de roupas participaram.

Uma das consultoras do Sebrae, Ivana Jambersi, falou do grande desafio que existe para as pessoas que trabalham com moda. “É importante ter uma boa leitura visual, ter uma harmonia das cores, fazer uma combinação ou de contrates ou de uma linguagem que seja simbólica de comportamento, de estilo de moda”.

Segundo ela, quem trabalha nesta área tem que observar uma série de conjuntos. “A roupa, o calçado, a postura, o falar, o cabelo, a maquiagem. Nós falamos que vender moda faz parte de um alto astral. É muito importante você estar bem consigo mesma e se preocupar com o bem estar do próximo. Isso é importante para agradar as pessoas”.

O diretor do CIAT, José Corte Real Coelho, explica que o projeto do Proempresa Confecções está a todo vapor em Ivinhema. “Promover palestras também faz parte do nosso programa. Na administração do prefeito Renato Câmara e juntos ao Sebrae estamos empenhados em ajudar os empresários para que eles possam crescer e gerar mais emprego e renda para o nosso município”.

De acordo com a psicóloga que trabalha com o MEI – Micro Empreendedor Individual de Ivinhema, Maria Carolina Costa de Almeida, até o mês de novembro o Município vai promover outras três palestras sobre diferentes temas para incentivar ainda mais os empresários que trabalham no ramo de confecções. “É extremamente válido uma ação como esta porque é uma oportunidade de criar novas ideias e ampliar a área de conhecimento. Os resultados positivos já estão aparecendo”, disse ela.

A Administração Pública do Município de Ivinhema tem atuado de forma a fortalecer a economia através de uma política pública voltada a sensibilizar a população sobre os benefícios advindos da nova figura do Empreendedor Individual como mecanismo de formalização e fomento ao empreendedorismo, inclusive em relação a produtos e serviços desenvolvidos especificamente para esse público. Uma das ações foi a promulgação da Lei Complementar de número 089 de 19 de maio de 2010.

Dando seqüência a essa iniciativa, a Prefeitura de Ivinhema também já reservou um espaço com pessoal capacitado para orientar aquele individuo que quiser abrir sua empresa e ter acesso a consultas gratuitas específicas. Os interessados podem procurar o CIAT durante o período das 7h às 12h. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3442-4586.

Legenda: Consultoras falaram sobre as tendências de moda para o próximo Verão
Crédito foto: Divulgação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Aranha descobre marca de pata de gato de Gabriel, tira foto e conta aos guardiã
SUSTO
Celular pega fogo no bolso da calça e deixa homem com queimaduras na perna e mãos
PROCURADO
Com prisão decretada desde setembro, Dado Dolabella é considerado foragido da Justiça
DICAS DE MARKETING
5 dicas de marketing para um negócio de dropshipping
CRIME HEDIONDO
Câmera flagra ataque de suspeito de estuprar garota de 14 anos em SP; vídeo
TERROR
Ataque dentro da Catedral deixa ao menos cinco mortos em Campinas
REVIDE
Passageiro atropelado por motorista de aplicativo após vomitar em carro está em coma
A SERVIÇO DE DEUS
Angela Bismarchi festeja diploma para ser pastora: ‘Eu era pecadora e não sabia’
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Luz dá caixa com terra de cova de Gabriel para Valentina
INTOCÁVEL
PF pediu prisão domiciliar de Aécio, Cristiane Brasil e Paulinho da Força, mas PGR e STF não concede