Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 14 de novembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Ivinhema conta com Junta Comercial

5 Jul 2007 - 15h05
A Câmara Municipal de Ivinhema fechou um convênio inédito e está mantendo em Ivinhema um escritório da Junta Comercial que está atendendo o Vale do Ivinhema. O convênio foi fechado há dois anos numa parceria com o Governo do Estado e foi renovado agora para um período de mais dois anos, segundo informou o presidente da Câmara, Valdemar Ângelo Dema.
O Governo está bancando o aluguel do prédio e a Câmara os funcionários e as despesas de manutenção do escritório, inclusive prestação de água e energia elétrica. Nestes dois anos, a Junta Comercial já abriu mais de 700 empresas em Ivinhema, Angélica, Deodápolis, Glória de Dourados e Novo Horizonte do Sul. Antes os empresários e contabilistas tinham que ir até Nova Andradina.
O vereador Dema explicou que o escritório da Junta Comercial em Ivinhema é de suma importância, pois se evita transtornos com viagens para fora. Segundo ele, outro transtorno é no caso da pessoa esquecer de algum dado ou a simples mudança da tinta da caneta nos documentos, o que fazia com que as pessoas tinham de retornar a Ivinhema e depois voltar para Nova Andradina.
“Hoje a pessoa faz tudo em Ivinhema e na mesma hora, pois a nossa orientação é para que o bom atendimento seja uma prioridade constante. Temos até um computador disponível no escritório. Se a pessoa esquecer de alguma coisa, ela pode utilizar o computador e concluir o que estava faltando. A pessoa não sai sem que seja atendida em sua plenitude”, disse o vereador Dema.
O presidente da Câmara também destacou que as pessoas que vêm de fora também acabam criando um laço de amizade com Ivinhema. “Geralmente o empresário ou contabilista traz alguém, seja a esposa, filhos ou outra pessoa que precisa de uma coisa ou outra em Ivinhema. Isso acaba movimentando outros setores da nossa economia, além de criar esse vínculo de proximidade”.
Dema citou que além do transtorno de ter que viajar até três vezes para conseguir reunir documentos para abrir uma empresa, o empresário ou contabilista ainda esperava em torno de 60 a 90 dias pela liberação. Hoje, segundo ele, tudo é feito na hora. “”Estamos prezando pelo atendimento. Os funcionários estão orientados para que a pessoa saia satisfeita e atendida em seus quesitos”.
Ele também citou que a importância do escritório da Junta Comercial em Ivinhema transforma o município também em um pólo regional de órgãos públicos. Hoje, a Junta Comercial está liberando inclusive CNPJs e certidões federais. Três funcionários estão trabalhando no escritório, todos cedidos pela Câmara, o que de certa forma também é uma forma de se gerar emprego.
 
 
Diário MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

ENTROU ATIRANDO
VÍDEO: Pastor é baleado no altar durante o culto
TRAGEDIA
Ex-prefeito é morto pelo pai após ser confundido com assaltante
ACIDENTE DE TRANSITO
Caminhão passa por cima de veículos e explode em grave acidente
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Marilda (Letícia Spiller) é flagrada nua e finge ser uma assombração
BNDS
“Se não abrir a caixa preta do BNDES, está fora!”, diz Bolsonaro sobre Levy
FAMOSIDADES
Susana Vieira está com leucemia, mas a doença está controlado, diz assessoria
NOVELA GLOBAL
Marina Ruy Barbosa é a heroína de 'O sétimo guardião': 'Luz foge do tradicional'
CONSTRANGIMENTO
Claudia Leitte quebra silêncio e desabafa sobre polêmica com Silvio Santos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Concursos oferecem mais de 1 mil vagas e salários de até R$ 6,6 mil no MS
NOVA EQUIPE
Bolsonaro intensifica processo de transição esta semana em Brasília