Menu
SADER_FULL
quarta, 20 de março de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Itaquiraí pode ser pólo produtor de erva-mate

5 Abr 2007 - 15h36
Uma parceria de trabalho entre a Agência de Desenvolvimento Agrário (Agraer) e a Erva Mate Campanário está sendo articulada como forma de dar uma opção a mais para o pequeno produtor agregar valor à propriedade e de garantir matéria para a indústria de Naviraí. O entendimento visando formalizar o projeto de trabalho foi iniciado entre o industrial Vinicius Andrade e o gerente do órgão estatal – Daniel Mamédio.

Os dois líderes devem trabalhar para viabilizar área para o plantio da erva-mate, para implantar um secador avaliado em pelo menos R$ 400 mil e para garantir a assistência técnica, porém devem resolver alguns problemas, como o das mudas, que terá que ser comprada (inicialmente e posteriormente) ou por produção em viveiro.

Vinicius, em rápida reunião, em Naviraí, com Daniel, que precisa implantar um barracão e um posto de compra, e que Itaquiraí é um município viável, porque pode reduzir os custos, incluindo com frete. “Hoje temos que comprar erva produzida no interior do Paraná e até da Argentina”, explicou.

No próximo dia 11, Daniel e Vinicius se reunirão em Itaquiraí, para iniciar a distribuição de atribuições entre os parceiros e formatar o projeto. Até lá deverá haver contatos com a Prefeitura de Itaquiraí e com associações e sindicatos de produtores. Não está descartada a expansão do trabalho para outros municípios do Cone Sul.

VIABILIDADE
O industrial Vinicius Andrade disse que acredita na viabilidade do cultivo de erva mate em lotes de assentamentos, desde que seja reservado até um alqueire (2,42 hectares) para esta atividade e acredita que deva ser incentivado o consórcio com outras culturas, como a do feijão e do milho.

A erva-mate pode dar produção de 2,5 mil pés/alqueire (2,42 hectare), podendo produzir 13 quilos de folha. Os técnicos da Agraer estimam que o produtor possa ter retorno de R$ 8,5 mil quilos de folha verde/hectare no terceiro ano (rendimento de R$ 1,275), quarto ano – 16 mil quilos/hectare (R$ 2,4 mil) e no quinto ano – 25 mil quilos/hectare (R$ 3,75 mil).
A Erva Mate Campanário, segundo o industrial Vinicius Andrade, precisa viabilizar a produção de erva-mate em 140 alqueires (338,8 hectares) e estima que será necessário mobilizar 140 pequenos produtores, a razão de um hectare para cada um deles.
 
 
Sul News

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSÉDIO SEXUAL
Homem é morto a tiros após assediar mulher casada
FATALIDADE
Mulher morre ao cair de pé de abacate e bater cabeça na linha do trem
MANIACO SEXUAL
Pai flagra estupro da filha dentro de casa usando o celular, suspeito foi preso
FAMOSIDADES
Quem era Bettina antes do R$ 1 Milhão: Ela foi professora de balé, modelo e panfleteira
MENTOR DO MASSACRE
Polícia de Suzano apreende menor suspeito de planejar ataque
INTERNADO
Criança de 4 anos cai em poço de cinco metros de profundidade
RESGATADO
Cão abandonado em ilha estava sendo comido vivo por urubus
SEXTUPLOS
Americana dá à luz seis bebês em nove minutos
TRAGÉDIA EVITADA
Garoto de 11 anos leva faca na mochila para matar colega no ônibus escolar
ALERTA AOS PAIS
Menino de quatro anos corta os pulsos em Goioerê e pode ser influência da Momo