Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 24 de janeiro de 2020
SADER_FULL
Busca
BANNER BET
Brasil

Irmãos se encontram depois de 61 anos de distância

21 Jul 2004 - 13h26
Depois de 61 anos sem qualquer contato, dois irmãos se reencontram hoje em Campo Grande. Eles estão na sede do Centro de Atendimento da Polícia Especialidade(CEPOL), localizada na Rua Ceará.

Segundo a polícia, Francisco Izidoro da Silva, esteve com a irmã pela última vez em 1943, no vilarejo de Nova Olinda, em Piaco, na Paraíba. Francisco morava com sua família no local. Em 1943, Silva foi servir ao Exercito Brasileiro. No ano de 1948, seu pai faleceu, ficando Rita com seus irmãos e sua mãe, Ana Maria da Soledade.Com 18 anos, Rita foi morar na cidade de Tavares (PE), onde casou-se, teve nove filhos e depois separou-se do marido. Um dos seus irmãos convidou Rita para mudar-se para Mato Grosso do Sul em uma fazenda. Nesta época conheceu seu atual marido. Passados os anos, a mulher nunca desistiu de encontrar seu irmão Francisco.

Ela procurou em diversos órgãos de comunicação, mandou cartas para um programa de TV. Ela procurou o Setor de Pessoas Desaparecidos em Campo Grande, que conseguiu localizar Francisco.
 
RMT Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOENÇA INFECCIOSA
Presos que estavam sendo 'comidos vivos' por doença são internados
HABITAÇÃO
Prefeita troca carnaval por doação de 52 moradias populares e ajuda a famílias carentes
ACIDENTE FATAL
Carreta sem freios atravessa pista, bate em dois carros matando 3 pessoas
TRAGICO ACIDENTE
Carro roda na pista e mata Pai e filha em trágico acidente
PEDOFILIA
Polícia prende pedófilo após pai se passar pela criança em conversa no WhatsApp
BURROCRACIA
Mulher sem mãos tem benefício negado por não poder assinar papel
MANÍACO DE MARITUBA
Adolescente faz sua segunda vítima atraída por promessas de emprego
100 TRANSPARÊNCIA
Brasil repete nota e piora em ranking de corrupção em 2019
ABSURDO - BRASIL
Homem morre em motel durante relação sexual com a filha
VAMOS AJUDAR - COMPARTILHE
Família oferece recompensa de R$ 5 mil a quem encontrar idoso desaparecido