Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 20 de novembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Investimentos possibilitam a construção de 9.304 casas

2 Jul 2007 - 05h30
Uma casa para 9.304 famílias em todo Mato Grosso do Sul. Este é o saldo dos investimentos habitacionais feitos pelo governo do Estado nos seis primeiros meses do ano. De acordo com dados da secretaria de Habitação, o investimento aplicado na construção das casas é de R$ 105,7 milhões. Deste montante, R$ 9,4 milhões são provenientes do caixa estadual. O restante vem dos programas habitacionais da Caixa Econômica Federal e dos municípios.

 

“Não paramos a obra de nenhuma das 1.898 unidades com ordem de serviço do ano anterior. O objetivo é manter o trabalho, aumentar o bolo de recursos e investir ainda mais”, destaca o secretário de Habitação, Carlos Marun. Somando-se às obras de 2006 em andamento, o governo do Estado contratou o serviço para a construção de 6.965 casas. Outras 441 unidades já estão em estágio final de conclusão.

 

Os dois principais projetos de habitação de Mato Grosso do Sul são o Casa da Gente (Projetos Meu Lar e Mudando para Melhor) e o PAR (Programa de Arrendamento Residencial). No PAR as famílias terão à disposição rede de água e esgoto, eletricidade e acesso asfaltado.

 

Através dos programas, Marun espera fazer cair o déficit habitacional em todo o Estado. “A secretaria trabalha com a meta de reduzir pela metade o déficit habitacional no Estado nos próximos quatro anos. Isso significa proporcionar moradia para cerca de 40 mil famílias. É um compromisso estipulado pelo governador André Puccinelli que nós iremos cumprir”, garante Marun.

 

A estimativa de déficit habitacional no Estado, de acordo com dados da Secretaria de Habitação, é de 80 mil unidades. Destas, aproximadamente 10 mil não dependem diretamente do poder público. Para atender quem ainda não têm condição de possuir a sonhada casa-própria, o governo dará atenção especial para famílias com renda mensal de até seis salários mínimos.

 

Para tirar as casas do papel são necessárias parcerias. O Governo Federal já reservou através do Plano Nacional de Habitação R$ 1,65 bilhões. Parte dos recursos será utilizada nos projetos estaduais, que por sua parte dependem do apoio das prefeituras, seja na cedência de terrenos ou no suporte para a construção, através de e máquinas e pessoal.

 

Além de Campo Grande, outros 29 municípios do interior do Estado já assinaram ordem de serviços com o governo do Estado para a construção de conjuntos habitacionais, que atenderão comunidades indígenas, assentados e famílias das regiões urbanas. “Trabalhar com habitação é transformar sonhos em realidade. Queremos tornar concreto o sonho de famílias de todas as regiões e de todos os perfis”, afirma Marun.

 

 

 

 

 

Notícias.MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem que matou filho para defender a nora comete suicídio
INJUSTIÇA
Familiares prestam homenagem a laçador de cães que morreu após ser hostilizado
FORAGIDO
Mulher é morta a facadas pelo ex-marido, que não aceitava fim de relacionamento
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Valentina conta a Egídio que Gabriel é filho dele
CRUELDADE
Idosa de 106 anos é assassinada a pauladas no Maranhão
NOVO GOVERNO
Desistência de general para ministério leva crise ao QG de Bolsonaro
ASSASSINATO
Câmeras flagram dupla efetuando mais de 30 tiros contra homem; veja o vídeo
TRISTEZA
Menino de 10 anos comete suicídio após a prisão do pai
MALDADE
Câmera de segurança flagra homem colocando fogo em casinha comunitária para cachorros
FATIMASSULENSES EM UBATUBA (SP)
Fatimassulenses, alunos do Vicente Pallotti fazem curso de biodiversidade marinha em Ubatuba (SP)