Menu
SADER_FULL
sábado, 19 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Investimentos possibilitam a construção de 9.304 casas

2 Jul 2007 - 05h30
Uma casa para 9.304 famílias em todo Mato Grosso do Sul. Este é o saldo dos investimentos habitacionais feitos pelo governo do Estado nos seis primeiros meses do ano. De acordo com dados da secretaria de Habitação, o investimento aplicado na construção das casas é de R$ 105,7 milhões. Deste montante, R$ 9,4 milhões são provenientes do caixa estadual. O restante vem dos programas habitacionais da Caixa Econômica Federal e dos municípios.

 

“Não paramos a obra de nenhuma das 1.898 unidades com ordem de serviço do ano anterior. O objetivo é manter o trabalho, aumentar o bolo de recursos e investir ainda mais”, destaca o secretário de Habitação, Carlos Marun. Somando-se às obras de 2006 em andamento, o governo do Estado contratou o serviço para a construção de 6.965 casas. Outras 441 unidades já estão em estágio final de conclusão.

 

Os dois principais projetos de habitação de Mato Grosso do Sul são o Casa da Gente (Projetos Meu Lar e Mudando para Melhor) e o PAR (Programa de Arrendamento Residencial). No PAR as famílias terão à disposição rede de água e esgoto, eletricidade e acesso asfaltado.

 

Através dos programas, Marun espera fazer cair o déficit habitacional em todo o Estado. “A secretaria trabalha com a meta de reduzir pela metade o déficit habitacional no Estado nos próximos quatro anos. Isso significa proporcionar moradia para cerca de 40 mil famílias. É um compromisso estipulado pelo governador André Puccinelli que nós iremos cumprir”, garante Marun.

 

A estimativa de déficit habitacional no Estado, de acordo com dados da Secretaria de Habitação, é de 80 mil unidades. Destas, aproximadamente 10 mil não dependem diretamente do poder público. Para atender quem ainda não têm condição de possuir a sonhada casa-própria, o governo dará atenção especial para famílias com renda mensal de até seis salários mínimos.

 

Para tirar as casas do papel são necessárias parcerias. O Governo Federal já reservou através do Plano Nacional de Habitação R$ 1,65 bilhões. Parte dos recursos será utilizada nos projetos estaduais, que por sua parte dependem do apoio das prefeituras, seja na cedência de terrenos ou no suporte para a construção, através de e máquinas e pessoal.

 

Além de Campo Grande, outros 29 municípios do interior do Estado já assinaram ordem de serviços com o governo do Estado para a construção de conjuntos habitacionais, que atenderão comunidades indígenas, assentados e famílias das regiões urbanas. “Trabalhar com habitação é transformar sonhos em realidade. Queremos tornar concreto o sonho de famílias de todas as regiões e de todos os perfis”, afirma Marun.

 

 

 

 

 

Notícias.MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS
DECEPCIONADA
Regina Duarte surpreende e se posiciona contra atitude de Bolsonaro
SATÂNICO
Mulheres são presas acusadas de torturar criança de apenas dois anos que teve rosto desfigurado