Menu
LIMIT ACADEMIA
sábado, 16 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Invasões geram insegurança no setor rural de MS

23 Set 2010 - 06h00Por Fátima News com assessoria

Duas invasões de propriedades voltam a deixar os produtores rurais de Mato Grosso do Sul em estado de alerta. Grupos indígenas invadiram no final de semana uma propriedade em Bonito e outra em Douradina, intensificando o clima insegurança no campo registrado no Estado.

Os proprietários da fazenda de 817 hectares invadida em Bonito têm um termo de manutenção de posse concedido pela Justiça em 2003, quando a propriedade foi invadida pela primeira vez. “Não foi suficiente para afastar os invasores”, ressaltou o filho da proprietária, Rodrigo de Oliveira Vargas.  Uma negociação intermediada pelo Sindicato Rural de Bonito e pela Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Famasul) fez com que os invasores – índios da tribo Kadwéu – se retirassem do local no domingo, um dia depois da invasão.

A invasão de Douradina teve um desfecho mais grave, com o confronto entre proprietários e indígenas da tribo Kaiowá, na manhã desta terça-feira (21.09), que felizmente não teve repercussões mais graves. Segundo o presidente do Sindicato Rural do Município, Cláudio Pradella, esta é a terceira vez que a propriedade, de 150 hectares, é invadida em duas semanas. Os proprietários ingressaram na justiça com o pedido de reintegração de posse.

O presidente do Sindicato Rural de Bonito disse que os produtores estão indignados. “Não dá para conviver com essa rotina que está se espalhando pelo Estado”, desabafa. Para o presidente da Famasul, a solução dos conflitos passa pela vontade política das instituições que direta ou indiretamente têm responsabilidade sobre as questões agrárias. “Tanto produtores rurais como indígenas são vítimas do descaso do poder público federal em solucionar o problema”, enfatiza.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário
HORARIO DE VERÃO
Atrase seu relógio! Horário de verão termina neste sábado(16)
CARCERE PRIVADO
Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Lutador de MMA mata ex de 16 anos, tenta suicídio e morre horas depois em hospital
VIOLENCIA NO RIO
Menina de 11 anos é baleada e morta em Triagem; moradores protestam
DOENÇA GRAVE
Leiliane ganha acompanhamento médico após desastre com Boechat