Menu
SADER_FULL
domingo, 18 de novembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Internet banking já lidera transações bancárias no Brasil

6 Jul 2010 - 13h12Por Diário MS
Dados do Banco Central mostram que a internet já é o canal de atendimento bancário mais utilizado no País, ultrapassando os terminais de autoatendimento. O BC aponta que no Brasil, em 2009, 31% das transações bancárias foram feitos pela internet. O crescimento dessas operações é de 64% desde 2006.

Para o secretário-geral do Sindicato dos Bancários de Dourados, Edgar Alves Martins, a mudança na forma de atendimento, além de não ser segura, pode prejudicar a vida dos funcionários dos bancos. “Nós lutamos contra essa mudança. Para nós do Sindicato, a transferência de operações para internet, lotéricas e outros locais é uma forma de diminuir a mão-de-obra nos bancos. Além disso, não acho seguro. Somente nas agências você obtém um comprovante bancário da operação”, afirma o secretário. Quanto à diminuição das filas, Edgar Martins diz que não vê a internet como a melhor maneira para resolver o problema. “Não é o meio correto, pois tende a diminuir o número de funcionários nos bancos”.
O advogado Lucas Rigonatt Paes é um exemplo de cliente que não se intimida com o uso da internet para a realização de transações bancárias. “Já utilizei a internet para ver extratos, saldos, fazer transferências e pagamentos. No início você fica com receio, mas depois que faz uma vez, vê que não tem problema nenhum, desde que mantenha o antivírus atualizado”, afirma Paes.
O Diário MS entrou em contato com agências bancárias do Estado que disseram não ter um levantamento sobre os índices de atendimento pela internet no Mato Grosso do Sul. Mas a maioria acredita que, por aqui, as operações nos terminais de autoatendimento ainda sejam maiores do que os feitos pela internet.

OUTROS DADOS

Ainda de acordo com levantamento do Banco Central, o uso de papel moeda cresceu 12,7% em relação a 2008. A média da quantidade por pessoa, que era de R$ 408,93 em 2008, subiu para R$ 459,94 no ano passado.
O uso de cheques continua a cair. Em 2009, a quantidade de cheques emitidos apresentou redução de 8,2%. Com isso, a participação dessa forma de pagamento foi reduzida para 9,8%. Porém, o valor médio dos cheques aumentou aproximadamente 6%, ficando em R$ 884.
Já os cartões de crédito e débito em circulação tiveram uma desaceleração. O crescimento nas transações com esse instrumento foi de cerca de 10%, inferior ao crescimento médio anual em 2008, que ficou em 23%.
Segundo o BC, para que o sistema de pagamentos melhore é necessário que as redes de atendimento automático e as transações com cartão de crédito sejam mais eficientes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVO GOVERNO
Desistência de general para ministério leva crise ao QG de Bolsonaro
ASSASSINATO
Câmeras flagram dupla efetuando mais de 30 tiros contra homem; veja o vídeo
TRISTEZA
Menino de 10 anos comete suicídio após a prisão do pai
MALDADE
Câmera de segurança flagra homem colocando fogo em casinha comunitária para cachorros
FATIMASSULENSES EM UBATUBA (SP)
Fatimassulenses, alunos do Vicente Pallotti fazem curso de biodiversidade marinha em Ubatuba (SP)
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Gabriel se declara para Luz e os dois se beijam
MULHERES TEM QUE DENUNCIAR
Jovem posta foto com rosto inchado para denunciar agressão do namorado
ENCONTRO DE GOVERNADORES
Em encontro de governadores com Bolsonaro, Reinaldo defende fronteira e reajuste da tabela SUS
VIOLENCIA DOMESTICA
Homem é esfaqueado por esposa que tem ciumes até da sombra
ENTROU ATIRANDO
VÍDEO: Pastor é baleado no altar durante o culto