Menu
SADER_FULL
quarta, 23 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Internet banking já lidera transações bancárias no Brasil

6 Jul 2010 - 13h12Por Diário MS
Dados do Banco Central mostram que a internet já é o canal de atendimento bancário mais utilizado no País, ultrapassando os terminais de autoatendimento. O BC aponta que no Brasil, em 2009, 31% das transações bancárias foram feitos pela internet. O crescimento dessas operações é de 64% desde 2006.

Para o secretário-geral do Sindicato dos Bancários de Dourados, Edgar Alves Martins, a mudança na forma de atendimento, além de não ser segura, pode prejudicar a vida dos funcionários dos bancos. “Nós lutamos contra essa mudança. Para nós do Sindicato, a transferência de operações para internet, lotéricas e outros locais é uma forma de diminuir a mão-de-obra nos bancos. Além disso, não acho seguro. Somente nas agências você obtém um comprovante bancário da operação”, afirma o secretário. Quanto à diminuição das filas, Edgar Martins diz que não vê a internet como a melhor maneira para resolver o problema. “Não é o meio correto, pois tende a diminuir o número de funcionários nos bancos”.
O advogado Lucas Rigonatt Paes é um exemplo de cliente que não se intimida com o uso da internet para a realização de transações bancárias. “Já utilizei a internet para ver extratos, saldos, fazer transferências e pagamentos. No início você fica com receio, mas depois que faz uma vez, vê que não tem problema nenhum, desde que mantenha o antivírus atualizado”, afirma Paes.
O Diário MS entrou em contato com agências bancárias do Estado que disseram não ter um levantamento sobre os índices de atendimento pela internet no Mato Grosso do Sul. Mas a maioria acredita que, por aqui, as operações nos terminais de autoatendimento ainda sejam maiores do que os feitos pela internet.

OUTROS DADOS

Ainda de acordo com levantamento do Banco Central, o uso de papel moeda cresceu 12,7% em relação a 2008. A média da quantidade por pessoa, que era de R$ 408,93 em 2008, subiu para R$ 459,94 no ano passado.
O uso de cheques continua a cair. Em 2009, a quantidade de cheques emitidos apresentou redução de 8,2%. Com isso, a participação dessa forma de pagamento foi reduzida para 9,8%. Porém, o valor médio dos cheques aumentou aproximadamente 6%, ficando em R$ 884.
Já os cartões de crédito e débito em circulação tiveram uma desaceleração. O crescimento nas transações com esse instrumento foi de cerca de 10%, inferior ao crescimento médio anual em 2008, que ficou em 23%.
Segundo o BC, para que o sistema de pagamentos melhore é necessário que as redes de atendimento automático e as transações com cartão de crédito sejam mais eficientes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BBB 19
Vanderson é eliminado e vai prestar depoimentos sobre casos de agressão
INVESTIGAÇÃO
Mourão volta a dizer que é preciso investigar Flávio Bolsonaro e punir se for o caso
HEROI
Porteiro ganha homenagem: salvou criança de 3 anos que caiu na piscina (VIDEO)
FAMOSIDADES
Aos 67 anos, Amado Batista assume namoro com jovem de 19 anos de idade
LUTO - TV
Ator Caio Junqueira morre no Rio uma semana após acidente
ANJO DA GUARDA
Amigo dá lar a mulher que viveu 40 anos internada no HC
MAMATA
General corta contratinho de R$ 30 milhões para manter jornalistas no exterior
PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes