Menu
SADER_FULL
sábado, 24 de agosto de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

INSS vai abrir 2,4 mil vagas em concurso público

25 Out 2004 - 14h19
Serão abertas 2,4 mil vagas para concurso público no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Entre os cargos, 1,5 mil são para médicos peritos. Este será o primeiro concurso público para repor o quadro médico do INSS em mais de 20 anos. A previsão é que o edital seja publicado em meados de novembro e os aprovados no concurso assinem seus contratos já na primeira semana de janeiro de 2005.
As outras 900 vagas serão destinadas às funções administrativas de nível médio e superior. Entre elas, 300 para analistas previdenciários (nível superior), e 600 para técnicos previdenciários (nível médio). Entre profissionais de nível superior, serão contratados 200 contadores. Atualmente, o quadro de contadores do INSS não ultrapassa 400. Eles são responsáveis pelos cálculos de aposentadorias, pensões, e outros benefícios.
Os salários iniciais são de R$ 742,43 para técnico, R$ 1.124,37 para analista, e R$ 1.683,56 para médico perito.
O presidente do INSS, Carlos Bezerra, afirma que decisão vem de encontro ao objetivo do governo Lula, de melhorar o atendimento ao cidadão em todo o país. "Sabemos que ainda falta muito a fazer e, em pouco tempo, estaremos completando a carência deste tipo de serviço. Esse é só um primeiro passo". Bezerra espera poder abrir um novo concurso para o INSS nos próximos seis meses.
"Com este concurso, temos a possibilidade de começar a repor a defasagem do quadro de pessoal. Isso faz parte do projeto de reestruturação do Estado e contribui para o mercado de trabalho. Todo mundo sai ganhando: tanto quem usa os serviços do INSS, quanto quem passar no concurso", lembra Lúcia Carvalho, diretora de Recursos Humanos do Instituto.
Para o próximo ano, o INSS espera ter a autorização do governo para fazer mais um concurso, com outras 2,4 mil vagas. Apenas para repor os profisionais que se desligaram do quadro nos últimos 20 anos, seria preciso contratar, pelo menos, 10 mil profissionais. Isso, sem levar em conta que, nesses 20 anos, o número de benefícios concedidos pelo INSS saltou de pouco mais de 8 milhões para os atuais 22 milhões.
 
 
Campo Grande News

Deixe seu Comentário

Leia Também

A CASA CAIU
Homem pede divórcio ao descobrir que não é pai de nenhum dos nove filhos
ESTADO GRAVE
Homem ateia fogo em mulher e filha de 4 anos 80% do corpo queimado
SURPRESA E FÉ
Homem que morava em uma barraca ganha casa reformada
JUSTIÇA PROPRIAS MÃOS
Suspeito de ter estuprado criança é assassinado por lideranças de bairro
ASSISTA A REPORTAGEM
Família da modelo Mylena Mendes, que morreu em acidente faz protesto no Fórum
NOVELA GLOBAL
Régis confessa que forjou DNA de Arthur em 'A dona do pedaço'
FOGO NA AMAZONIA
Macron diz que Bolsonaro mentiu, e Europa ameaça retaliar Brasil
TURISMO
Curtir a Cidade Maravilhosa com pacotes de viagens baratos
FUTEBOL - PAIXÃO NACIONAL
Uma estrutura confiável para resultados de futebol
POSSE DE ARMA
Posse de arma em toda extensão da fazenda é aprovada e segue para sanção