Menu
SADER_FULL
quarta, 26 de junho de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

INSS suspende 419 benefícios em Mato Grosso do Sul

3 Abr 2007 - 04h12

O INSS (Instituto Nacional de Seguro Social) suspendeu nesta segunda-feira 419 benefícios em Mato Grosso de segurados que responderam o Censo por meio de procuradores, tutores ou curadores, mas que não foram encontrados por servidores do INSS nos endereços declarados. Desse total, 287 benefícios são da unidade de Campo Grande e 132 de Dourados.

Em todo o País, 31.047 benefícios de segurados foram suspensos. Em função disso, o INSS publicou edital, em fevereiro de 2007, convocando 31.332 segurados a comparecerem em uma Agência da Previdência Social dentro do prazo de 30 dias. Apenas 285 responderam ao chamado.

Esses benefícios só podem ser reativados em uma Agência da Previdência Social. Os segurados devem comparecer com o cartão do benefício, CPF (Cadastro de Pessoa Física), documento de identidade e comprovante de residência. Caso os documentos sejam entregues por meio de procurador, os servidores do INSS farão nova visita ao endereço declarado. A economia mensal com estes benefícios cessados e suspensos é de R$ 4,995 milhões.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

ALERTA EPIDEMIOLÓGICO
Acadêmico de Medicina morre com suspeita de dengue hemorrágica
INSTINTO ASSASSINO
Jovem leva 23 perfurações pelo corpo dois dias após se separar e fica em coma induzido
CRUELDADE
Adolescentes torturam e matam garota por causa de ciúmes, divulgam vídeo e são apreendidas
HABEAS CORPUS
Segunda Turma do STF mantém Lula preso
TRAGEDIA NA RODOVIA
Uma pessoa morre e cinco feridos após carro da Secretaria de Saúde bater em caminhão
ESCRAVIDÃO
Mulher era mantida em cárcere privado por 20 anos
MONSTRUOSIDADE
Bebê de 9 meses é estuprado e espancado até a morte
QUADRO ESTÁVEL
Após acidente e cirurgia às pressas, Filho de Huck e Angélica deixa UTI
CIGARREIRO
Homem morre após capotar carro carregado com cigarros
ASSÉDIO SEXUAL
Dany Bananinha sofre assédio em praia do Rio e impede nova vitima: 'Me tremi toda'