Menu
PASSARELA
segunda, 23 de julho de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

INSS orienta partidos sobre situação de contratados

27 Ago 2004 - 17h59

O INSS (Instituto Nacional de Seguro Social) está orientando os partidos sobre a prestação de contas referente à contratação de cabos eleitorais e despesas dos próprios partidos.A orientação vai ajudar os partidos a cumprir a legislação em relação à contabilidade dos gastos de campanha.
Os partidos e candidatos podem se valer da inscrição do CNPJ destinada à abertura de contas para se matricular na Previdência e retirar a guia para o recolhimento pelos contratados. O pagamento assegura aos contratados aposentadoria por idade, por invalidez, por tempo de contribuição, auxílio-doença, auxílio-acidente,auxílio-reclusão, salário-maternidade, pensão por morte e outros benefícios.
Os candidatos e comitês são equiparados a empresas ao contratarem pessoal. Eles devem recolher 11% do valor pago ao contratado. O INSS presta informações pelo telefone 0800 78.0191, nas agências da Previdência, ou ainda pelo site www.previdencia.gov.br.

 

 

 

 

Campo Grande News

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPERAÇÃO POLICIA FEDERAL
Prisões de Puccineli e filho são destaques em jornais nacionais
OSTENTAÇÃO
Cavalo que vale mais que uma Ferrari é destaque em exposição
CAMPO BELO RESORT - PROMOÇÃO
Campo Belo Resort com promoção especial de 22 a 31 de julho, CONFIRA
NOVELA GLOBAL
Em 'Segundo sol', Karola descobre o paradeiro de Luzia e chantageia a DJ: Beto ou cadeia?
ACIDENTE FATAL NO BEACH PARK
Acidente no Beach Park, veja como é o brinquedo 'Vainkará' que matou turista
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
Fátima do Sul: O Boticário lança linha de cuidados masculinos e mostra que homens também se cuidam
ACIDENTES NAS ESTRADAS
Acidente grave: nove caminhões e um morto na BR-376
POLEMICA
Transexual é retirada algemada de banheiro público feminino em Araruama
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Remy agarra Luzia e Ícaro salva a mãe de ser estuprada
TURISMO PELO BRASIL E MUNDO
Indústria de Hotéis aguarda aprovação dos jogos para captar bilhões em produtos turísticos