Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 23 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

INSS começa a limitar tempo de atendimento

1 Jun 2007 - 05h50
A partir desta quinta-feira (31), os servidores do INSS de todo o Brasil vão ter que cumprir um tempo máximo para atender cada segurado. O período varia de 30 minutos a uma hora, de acordo com o serviço realizado.
 
 
A partir desta quinta, quem pedir salário-maternidade, pensão e benefícios previstos na lei orgânica de assistência social deve ser atendido, no máximo, em 45 minutos.
 
Para o auxílio-reclusão e contagem de tempo de contribuição, o atendimento será em até trinta minutos.
 
Já para pedir aposentadoria, pecúlios, recursos de revisões, para saber o andamento de processos e solicitar certidão de tempo de contribuição, o atendimento não pode demorar mais que uma hora.
Segundo o INSS, o tempo limite só é contado a partir do momento em que o segurado começa a ser atendido no guichê.
 
Com a mudança, o instituto espera reduzir também o intervalo de tempo entre a marcação e o atendimento nas agências. Hoje, a espera é em média de dois meses. A meta é chegar a, no máximo, 33 dias.
O agendamento pode ser feito no balcão das agências, mas, para facilitar, a Previdência avisa que a marcação também pode ser feita pela internet ou pelo telefone 135.
 
 
G1
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho