Menu
PASSARELA
sexta, 20 de julho de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Inmetro vai apertar o cerco às oficinas de conversão a gás

30 Jun 2004 - 15h18

A partir de 1º de julho os fiscais do Inmetro em Mato Grosso do Sul e outros 14 Estados vão iniciar uma fiscalização rigorosa nas 670 empresas no País que fazem a conversão de motores para gás natural e só poderão ser comercializados os kits básicos de GNV (Gás Natural Veicular) com selo do órgão. A medida foi tomada depois que engenheiros mecânicos constataram que, ao contrário do que se pensava, carros movidos a gás natural podem poluir muito o meio ambiente.

Por isso, a partir de amanhã só os equipamentos com os selos de certificação do Inmetro, garantindo o funcionamento dos equipamentos, e do Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente), garantindo a qualidade do ar, poderão ser usados nos automóveis. Conforme constatação das autoridades, os kits de gás natural variam entre R$ 1,5 mil e R$ 3 mil, sendo que os mais baratos, conhecidos como kits básicos, são os mais poluentes.

Na comparação entre dois carros movidos a gás natural, tendo um o kit completo e o outro um kit sem os componentes que controlam a saída dos gases, foi constatado por equipamento que faz a medição dos gases lançados no meio ambiente que o segundo veículo poluía mais o ar. Com o kit completo, todos os níveis ficam dentro do determinado pelo Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), enquanto no kit básico o índice de combustível não queimado, que deveria ser de no máximo 100 partículas, ficou em 188, sendo que o nível de monóxido de carbono ficou praticamente dez vezes a mais em termos percentuais, de volume de descarga.

O técnico-metrológico do Inmetro, Sérgio Maia Miranda, revela que os equipamentos já instalados não serão trocados, mas a nova remeça tem por obrigação constar os selos de certificação do Inmetro e do Conama. “Os equipamentos já existentes poderão permanecer, mas no caso de problemas deverão ser substituídos pelo estabelecimento que realizou a instalação”, enfatizou Miranda, explicando que, a partir de agora, para serem aprovados nas vistorias dos Detrans (Departamentos Estaduais de Trânsito) os carros que já são movidos a gás também vão precisar estar dentro dos critérios do Ibama. Com informações do Jornal Nacional, da Rede Globo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO BELO RESORT - PROMOÇÃO
Campo Belo Resort com promoção especial de 22 a 31 de julho, CONFIRA
NOVELA GLOBAL
Em 'Segundo sol', Karola descobre o paradeiro de Luzia e chantageia a DJ: Beto ou cadeia?
ACIDENTE FATAL NO BEACH PARK
Acidente no Beach Park, veja como é o brinquedo 'Vainkará' que matou turista
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
Fátima do Sul: O Boticário lança linha de cuidados masculinos e mostra que homens também se cuidam
ACIDENTES NAS ESTRADAS
Acidente grave: nove caminhões e um morto na BR-376
POLEMICA
Transexual é retirada algemada de banheiro público feminino em Araruama
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Remy agarra Luzia e Ícaro salva a mãe de ser estuprada
TURISMO PELO BRASIL E MUNDO
Indústria de Hotéis aguarda aprovação dos jogos para captar bilhões em produtos turísticos
AGORA EM DOURADOS - MS
UNIPAR EAD com cursos de Educação Física, Letras, Marketing e mais 22 cursos, Confira todos aqui
TRAGEDIA
Acidente chocante em Foz: casal morre na hora em batida