Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 22 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Iniciativa transformará detentos em bombeiros voluntários

20 Mar 2007 - 14h24
Foi lançada na manhã de hoje, em  reunião na Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário de Mato Grosso do Sul (Agepen), uma iniciativa social inédita no país: o projeto “Voluntários do Fogo”.
 
O projeto foi idealizado pela Agepen e Corpo de Bombeiros da Polícia Militar, sob a interveniência da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), visando à ressocialização de detentos, a partir do voluntariado na prevenção e no combate a incêndios florestais e na preservação da fauna e flora do Estado.
 
Estiveram presentes o diretor da Agepen, Luis Carlos Telles; o comandante Geral do Corpo de Bombeiros, coronel Arquimedes Leite de Andrade Sobrinho; o comandante do 1º grupamento do Corpo de Bombeiros da Capital e chefe do Centro de Proteção Ambiental, major Francimar Vieira da Costa Sobrinho; a assistente social e soldado Cely do Carmo; a coordenadora de Patronato da Agepen, Marisa Delalíbera Nunes da Cunha; a assistente social da Agepen, Márcia Delalíbera; o diretor de assistência jurídica da Agepen, Rafael Garcia Ribeiro e o relações-públicas do Corpo de Bombeiros, tenente-coronel Jonys Cabrero Lopes. 
 
Durante a reunião, ficou decidido que serão escolhidos internos do regime semi-aberto e aberto das unidades penais de Campo Grande, Dourados, Três Lagoas, Corumbá e Aquidauana, para atuarem como voluntários em brigadas de prevenção e combate a incêndios florestais e outras ações na área de defesa civil.
 
“Eles passarão por um processo de treinamento e capacitação, monitorados por oficiais do Corpo de Bombeiros e por assistentes sociais, a fim de potencializar o processo de reintegração social”, afirma a assistente social Marisa Delalíbera.
 
Os detentos terão aulas teóricas sobre noções de educação ambiental e legislação sobre o uso do fogo, materiais de prevenção e combate a incêndios florestais, organização de pessoal, técnicas de prevenção e combate a incêndios florestais, primeiros socorros, confecção de abafadores e práticas de queima controlada e combate a incêndios florestais.
 
O comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Arquimedes, afirma que a idéia surgiu logo após o ano de 1999, quando um incêndio florestal de grandes proporções afetou o Parque Nacional da Serra da Bodoquena. “Ali vimos como era pouco nosso efetivo”, afirma ele.
 
O major Francimar relata que, devido a desse fato, foi criado o Comitê Interinstitucional de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais de Mato Grosso do Sul, pela lei 9.949 de 15 de junho de 2000, que contou com a participação de órgãos públicos de todo o Estado, com o apoio da iniciativa privada.

O projeto - O primeiro passo será a seleção de 25 voluntários para a formação da primeira turma. Em seguida, os escolhidos passarão por aulas teóricas que serão realizadas no Patronato da Agepen e as aulas práticas deverão ocorrer no Parque Estadual Matas do Segredo, com previsão de início no dia 11 de abril.
 
A Agepen estuda agora uma articulação com as Varas de Execuções Penais para viabilizar as questões de ordem judiciária que envolvem o projeto, além da possibilidade da remissão das penas dos internos voluntários.
 
 
 
Notícias.gov
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação