Menu
LIMIT ACADEMIA
domingo, 23 de setembro de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Iniciativa transformará detentos em bombeiros voluntários

20 Mar 2007 - 14h24
Foi lançada na manhã de hoje, em  reunião na Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário de Mato Grosso do Sul (Agepen), uma iniciativa social inédita no país: o projeto “Voluntários do Fogo”.
 
O projeto foi idealizado pela Agepen e Corpo de Bombeiros da Polícia Militar, sob a interveniência da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), visando à ressocialização de detentos, a partir do voluntariado na prevenção e no combate a incêndios florestais e na preservação da fauna e flora do Estado.
 
Estiveram presentes o diretor da Agepen, Luis Carlos Telles; o comandante Geral do Corpo de Bombeiros, coronel Arquimedes Leite de Andrade Sobrinho; o comandante do 1º grupamento do Corpo de Bombeiros da Capital e chefe do Centro de Proteção Ambiental, major Francimar Vieira da Costa Sobrinho; a assistente social e soldado Cely do Carmo; a coordenadora de Patronato da Agepen, Marisa Delalíbera Nunes da Cunha; a assistente social da Agepen, Márcia Delalíbera; o diretor de assistência jurídica da Agepen, Rafael Garcia Ribeiro e o relações-públicas do Corpo de Bombeiros, tenente-coronel Jonys Cabrero Lopes. 
 
Durante a reunião, ficou decidido que serão escolhidos internos do regime semi-aberto e aberto das unidades penais de Campo Grande, Dourados, Três Lagoas, Corumbá e Aquidauana, para atuarem como voluntários em brigadas de prevenção e combate a incêndios florestais e outras ações na área de defesa civil.
 
“Eles passarão por um processo de treinamento e capacitação, monitorados por oficiais do Corpo de Bombeiros e por assistentes sociais, a fim de potencializar o processo de reintegração social”, afirma a assistente social Marisa Delalíbera.
 
Os detentos terão aulas teóricas sobre noções de educação ambiental e legislação sobre o uso do fogo, materiais de prevenção e combate a incêndios florestais, organização de pessoal, técnicas de prevenção e combate a incêndios florestais, primeiros socorros, confecção de abafadores e práticas de queima controlada e combate a incêndios florestais.
 
O comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Arquimedes, afirma que a idéia surgiu logo após o ano de 1999, quando um incêndio florestal de grandes proporções afetou o Parque Nacional da Serra da Bodoquena. “Ali vimos como era pouco nosso efetivo”, afirma ele.
 
O major Francimar relata que, devido a desse fato, foi criado o Comitê Interinstitucional de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais de Mato Grosso do Sul, pela lei 9.949 de 15 de junho de 2000, que contou com a participação de órgãos públicos de todo o Estado, com o apoio da iniciativa privada.

O projeto - O primeiro passo será a seleção de 25 voluntários para a formação da primeira turma. Em seguida, os escolhidos passarão por aulas teóricas que serão realizadas no Patronato da Agepen e as aulas práticas deverão ocorrer no Parque Estadual Matas do Segredo, com previsão de início no dia 11 de abril.
 
A Agepen estuda agora uma articulação com as Varas de Execuções Penais para viabilizar as questões de ordem judiciária que envolvem o projeto, além da possibilidade da remissão das penas dos internos voluntários.
 
 
 
Notícias.gov
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

EMBOSCADA
Homem é assassinado na frente do filho de seis anos
FAMOSIDADES
Xuxa rompe silêncio sobre Marlene Mattos e traições de Pelé: ‘Me fez coisas muito feias’
ASSALTANTE
Preso confessou que matou a ex em cela da cadeia
DISPUTA ACIRRADA
Nova pesquisa mostra empate técnico entre Haddad e Bolsonaro
SELEÇÃO BRASILEIRA
Gabriel Jesus retorna para a Seleção
LOTERIA
Mega-Sena acumula novamente e pode pagar prêmio de R$ 22 milhões
HORÁRIO DE VERÃO 2018
Horário de Verão pode ser extinto em todo território nacional
EDUCAÇÃO
‘Desejo continuar com a minha profissão, mas temo pela minha vida’, diz professor agredido em aula
SOB INVESTIGAÇÃO
Jovem é encontrada morta dentro do quarto e esposo está desaparecido
MORTE NO DETRAN
Jovem sofre parada cardíaca durante prova para tirar CNH