Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 24 de agosto de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Indústria restringe compras de soja

27 Set 2004 - 13h29
Empresas acabam com contratos de venda futura em reação ao calote tomado na safra passada. Escaldadas com o calote tomado na safra passada, as esmagadoras de soja estão reformulando as operações de compra antecipada - que respondem por quase 60% de toda soja vendida no Brasil. As operações privadas de crédito e financiamento, que envolvem antecipação de dinheiro - como "soja verde" ou troca por adubos - foram mantidas, porém aquelas que não envolvem crédito imediato foram postas em quarentena por algumas indústrias, como a Cargill. Para outras, como a Coinbra, a solução foi simplesmente abolir esse tipo de contrato. Estão no olho do furacão as operações de venda futura, em que a soja é entregue na colheita contra o pagamento, por um preço previamente acertado.
 
 
Agrolink

Deixe seu Comentário

Leia Também

A CASA CAIU
Homem pede divórcio ao descobrir que não é pai de nenhum dos nove filhos
ESTADO GRAVE
Homem ateia fogo em mulher e filha de 4 anos 80% do corpo queimado
SURPRESA E FÉ
Homem que morava em uma barraca ganha casa reformada
JUSTIÇA PROPRIAS MÃOS
Suspeito de ter estuprado criança é assassinado por lideranças de bairro
ASSISTA A REPORTAGEM
Família da modelo Mylena Mendes, que morreu em acidente faz protesto no Fórum
NOVELA GLOBAL
Régis confessa que forjou DNA de Arthur em 'A dona do pedaço'
FOGO NA AMAZONIA
Macron diz que Bolsonaro mentiu, e Europa ameaça retaliar Brasil
TURISMO
Curtir a Cidade Maravilhosa com pacotes de viagens baratos
FUTEBOL - PAIXÃO NACIONAL
Uma estrutura confiável para resultados de futebol
POSSE DE ARMA
Posse de arma em toda extensão da fazenda é aprovada e segue para sanção