Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 12 de dezembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Indústria gerou 41% dos empregos no ano em Mato Grosso do Sul

3 Nov 2010 - 05h39Por Fátima News com assessoria

Com saldo de 601 empregos formais criados em setembro, o setor industrial de Mato Grosso do Sul, composto pelas indústrias de transformação (251 vagas), de extrativismo mineral (16 vagas), de construção civil (277 vagas) e de serviços de utilidade pública (57 vagas), já responde por 41% do total de 25,3 mil novos empregos gerados em Mato Grosso do Sul neste ano, conforme levantamento do Radar Industrial da Fiems com base nos dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) do Ministério do Trabalho e Emprego.

De janeiro a setembro deste ano, as indústrias do Estado geraram 10.399 novos postos formais de trabalho, mantendo sua elevada participação sobre o saldo total de empregos formais criados e ficando à frente dos setores de serviços (8.304 vagas), agropecuária (3.671 vagas) e o comércio (2.916 vagas).

Segundo o presidente da Fiems, Sérgio Longen, trata-se do sexto melhor resultado para o mês de setembro nos últimos 15 anos para o setor industrial. “Com as vagas abertas no mês passado, alcançamos um estoque total de 113,7 mil postos formais de trabalho em Mato Grosso do Sul, mantendo a parcela de 21% de todo o emprego formal existente no Estado atualmente - 548,8 mil.

Estamos atrás somente dos setores de serviços (25%) e administração pública (24%) que têm com um total de 138,5 e 130,7 mil empregos formais, respectivamente”, informou, destacando que em 2010 a indústria sul-mato-grossense vem acumulando sucessivos recordes, alcançando, deste modo, a cada mês, o maior estoque de empregos formais já obtidos ao longo de sua série histórica.

Além disso, segundo o Radar da Fiems, o Índice de Evolução do Emprego Formal nas atividades industriais amplia ainda mais a sua evolução acumulada no Estado. “Para se ter idéia, o índice no segmento industrial, na posição verificada em setembro, foi de 166,5 pontos, indicando um crescimento de 67% sobre o estoque do ano base (2005).

Na mesma comparação, o setor de serviços apresentou um índice de 138,9 pontos e crescimento de 39%, o comércio com 126,5 pontos e aumento de 27%, a agropecuária com 117,6 pontos e alta de 18% e a administração pública com 112,5 pontos e elevação de 13%”, detalhou o presidente da Fiems.

No caso do emprego formal total em Mato Grosso do Sul, o índice de evolução alcançou a marca 130,9 pontos e aumento de 31%, constatando-se, desse modo, que no período compreendido entre 2005 e 2010, até o mês de setembro, o ritmo de expansão do emprego formal na indústria em Mato Grosso do Sul foi 27% maior que aquele apresentado pelo conjunto da economia estadual.

Na mesma comparação, em relação aos segmentos de serviços, comércio, agropecuária e administração pública, o ritmo de expansão da indústria foi maior em 20%, 32%, 42% e 48%, respectivamente.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DICAS DE MARKETING
5 dicas de marketing para um negócio de dropshipping
CRIME HEDIONDO
Câmera flagra ataque de suspeito de estuprar garota de 14 anos em SP; vídeo
TERROR
Ataque dentro da Catedral deixa ao menos cinco mortos em Campinas
REVIDE
Passageiro atropelado por motorista de aplicativo após vomitar em carro está em coma
A SERVIÇO DE DEUS
Angela Bismarchi festeja diploma para ser pastora: ‘Eu era pecadora e não sabia’
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Luz dá caixa com terra de cova de Gabriel para Valentina
INTOCÁVEL
PF pediu prisão domiciliar de Aécio, Cristiane Brasil e Paulinho da Força, mas PGR e STF não concede
DICA DO DIA
Como obter uma autorização de residência no Brasil
CENTRO ESPÍRITA
Médium é acusado de Abusos Sexuais em crianças
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Nicolau leva surra de chicote no bordel