Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 14 de novembro de 2018
SADER_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Índios fazem funcionário da Funai refém em MG

16 Mar 2007 - 10h34
Um funcionário da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) é mantido refém desde a noite desta quinta-feira por índios da aldeia Pataxós, em Carmésia, a 210 km de Belo Horizonte, no leste de Minas Gerais.
O sociólogo Altino Barbosa Neto, da Funasa de Governador Valadares (MG), foi rendido quando participava de uma reunião na tribo. O cacique Maiara reclama que os índios da região não estão recebendo assistência médica adequada, principalmente, devido ao fato de muitos medicamentos não estarem sendo entregues na aldeia.
O cacique informou que o sociólogo só será liberado depois que a Funasa atender às reivindicações da tribo.
Segundo a prefeitura de Carmésia, os índios não estão utilizando armas ou ferramentas para impedir a saída do sociólogo. Por enquanto, o clima é tranqüilo.
Ainda na manhã desta sexta-feira, uma equipe da Funasa deve chegar à cidade para negociar a liberação do funcionário. Na aldeia Pataxós vivem cerca de 200 índios.
 
 
Terra

Deixe seu Comentário

Leia Também

ENCONTRO DE GOVERNADORES
Em encontro de governadores com Bolsonaro, Reinaldo defende fronteira e reajuste da tabela SUS
VIOLENCIA DOMESTICA
Homem é esfaqueado por esposa que tem ciumes até da sombra
ENTROU ATIRANDO
VÍDEO: Pastor é baleado no altar durante o culto
TRAGEDIA
Ex-prefeito é morto pelo pai após ser confundido com assaltante
ACIDENTE DE TRANSITO
Caminhão passa por cima de veículos e explode em grave acidente
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Marilda (Letícia Spiller) é flagrada nua e finge ser uma assombração
BNDS
“Se não abrir a caixa preta do BNDES, está fora!”, diz Bolsonaro sobre Levy
FAMOSIDADES
Susana Vieira está com leucemia, mas a doença está controlado, diz assessoria
NOVELA GLOBAL
Marina Ruy Barbosa é a heroína de 'O sétimo guardião': 'Luz foge do tradicional'
CONSTRANGIMENTO
Claudia Leitte quebra silêncio e desabafa sobre polêmica com Silvio Santos