Menu
SADER_FULL
sábado, 23 de fevereiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Índio caiuá confessa duplo assassinato por vingança

16 Jul 2004 - 17h12
 

O índio caiuá Reginaldo Vilhalva, de 24 anos, residente na casa número 51 da aldeia Bororó, na Reserva Indígena de Dourados, acaba de confessar a autoria do crime cometido pela manhã contra Serginho Cabreira, de 15 anos e Silvinha Isnardi, de 16 anos, que foram decapitados hoje cedo no interior da aldeia.

Reginaldo disse ao delegado Telê, titular do 1º Distrito Policial, que ficou sabendo que a mulher dele, Paula, havia mantido relações sexuais com Serginho no último final de semana, e jurou vingança. Hoje cedo, ele encontrou a vítima Serginho, que morava na casa 75, acompanhado de Silvinha, residente na casa 78 da aldeia, e decidiu eliminar os dois.

O indígena está sendo autuado em flagrante pelo duplo assassinato e deverá ser encaminhado para a Penitenciária de Segurança Máxima Harry Amorim Costa. O delegado Telê considera o caso encerrado.

 

 

Dourados News

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Aposentadoria é para viver, não para receber só à beira da morte
CHANTAGEM
Ladrões invadem estabelecimentos, obrigam funcionárias a tirarem a roupa, filmam e extorquem vítimas
FORAGIDO
Atirador invade escritório de advocacia e mata duas pessoas
BBB 19
Rízia chora por estar acorrentada: 'Vontade de desistir'