Menu
SADER_FULL
quinta, 21 de junho de 2018
PASSARELA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Indígena de 2 anos e cinco meses morre na UTI

21 Out 2004 - 15h38
 

A criança indígena Alessandra Ramires Benites, de 2 anos e 5 meses, residente na Aldeia Jaguapiru em Dourados, morreu ontem por volta das 20h45, na UTI do Hospital da Mulher.

Ivone Ramires, 23 anos, mãe da criança, relatou que no dia 13 de outubro a filha caiu do quadro da bicicleta Monark em que as duas estavam. Na garupa a mãe carregava uma cesta básica e a criança estava sendo conduzida pela mãe no quadro, quando se desequilibrou e caiu. A criança bateu a cabeça no chão e sofreu um corte na testa. Ivone disse que não levou a filha até o hospital. Ontem por volta de 13h, a criança começou a reclamar de dores de cabeça e dor na garganta. Ivone levou a criança até o Posto de Saúde da Missão Caiuás, onde posteriormente foi encaminhada até o Hospital da Mulher. Devido a gravidade dos ferimentos ela veio a falecer na noite de ontem.

 

 

Dourados Agora

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Terceiro homem que assediou russa na Copa diz que “estão transformando um copo d’água em uma tempestade”
‘Alta Pressão’
Exército deflagra Operação para fiscalizar armamento e reduzir desvios para o comércio ilegal
COLÉGIO DELPHOS - BOLSAS DE ESTUDOS
Colégio Delphos Nota 10 oferece provas para bolsas de estudos neste sábado em Dourados
UNIPAR - EAD - DOURADOS
Unipar EAD com pós-graduação e 25 cursos a distância com mensalidade acessíveis agora em Dourados
PENSÃO ALIMENTÍCIA
Genro de Silvio Santos é procurado por Policia Federal após mandado de prisão
APOCALIPSE
Arthur (Junno Andrade) fala na TV do ataque ao navio de fugitivos e das consequências da erupção de
POLÊMICA
Projeto quer liberar venda direta de etanol das usinas aos postos
FÁTIMA DO SUL - ESTRUTURA NOVA
Fátima do Sul terá um novo conceito de lojas Cacau Show, AGUARDEM!!!
DOURADOS - ITALÍNEA MÓVEIS PLANEJADOS
Em Dourados, Italínea Móveis Planejados dá dicas para deixar sua casa pronta para o inverno
APOCALIPSE
Ricardo (Sérgio Marone) autoriza que um navio de fugitivos seja bombardeado