Menu
SADER_FULL
terça, 20 de agosto de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Indecisos podem definir eleição para os cargos do Senado em MS

31 Jul 2010 - 07h14Por Conjuntura

A campanha para as duas cadeiras a que Mato Grosso do Sul tem direito no Senado ainda está praticamente indefinida, conforme o resultado da mais recente pesquisa de intenções de voto divulgada pelo Ibrape (Instituto Brasileiro de Pesquisa), uma vez que o número de indecisos pode decidir quais os representantes no Estado a atuar na Casa a partir da próxima legislatura.

De acordo com o levantamento estatístico feito pelo Ibrape entre os dias 15 e 18 deste mês, o senador Delcídio do Amaral (PT), que postula à reeleição, aparece com 49% da preferência dos eleitores sul-mato-grossenses. No entanto, o número de indecisos, que representa cerca de R$ 1 milhão de eleitores, supera o petista que lidera a corrida rumo ao Senado.

Para analistas, a campanha para o Senado ainda não ganhou as ruas para valer, o que atesta o grande número de eleitores que ainda não decidiu em quem votar  para o cargo nas eleições de outubro, diferentemente na disputa para o governo estadual a qual sempre tem mais visibilidade em todas as regiões do País.

Eles acreditam que o quadro deve mudar gradativamente no decorrer da campanha que está apenas começando. O horário gratuito reservado aos partidos políticos em rede de rádio e de televisão é, segundo eles, a grande oportunidade de o eleitor definir quem deve representar Mato Grosso do Sul no Senado.

Segundo a pesquisa do Ibrape, que entrevistou 1.119 eleitores em todo o Estado nesse período do ano, o deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT) é o segundo colocado com 41% das intenções de voto.

Em abril, a diferença entre os dois candidatos integrantes à chapa do ex-governador Zeca do PT era de 31 pontos, e agora é de apenas 8, conforme revelou o levantamento publicado há dias no jornal Correio do Estado.

A margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais para mais ou para menos. O Ibrape ouviu 1.119 eleitores entre os dias 15 e 18 de julho, em todo o Estado.

O deputado federal Waldemir Moka (PMDB) e o vice-governador Murilo Zaiith (DEM), que também concorrem ao Senado, figuram tecnicamente empatados: o peemedebista obteve 23% e o democrata 24%.

O levantamento mostra queda da preferência do eleitorado em relação a Delcídio, apesar de o senador aparecer bem na pesquisa atual. Em abril, ele aparecia com 61% das intenções de votos. No mesmo período, Dagoberto evoluiu de 30% para 41%, ou seja, 11 pontos.

A pesquisa também mostra evolução do candidato Murilo Zauith, que passou de 18% para 24%. Já Waldemir Moka caiu de 26% para 23%.

Os candidatos Jorge Batista e Professor Washington, ambos do PSOL, figuram com 2% da preferência do eleitorado. Alto índice de eleitores declarou intenção de votar em branco ou nulo: 20%, com índice de indesisos chegando a 39%.

A pesquisa do Ibrape foi registrada sob o número 23860/2010 no TRE (Tribunal Regional Eleitoral).

Deixe seu Comentário

Leia Também

100 VERBAS
Emissão de CPF e restituição do IR podem ser suspensas pela Receita
100 PENA
'Não tem que ter pena', diz Jair Bolsonaro sobre uso de atirador de elite após sequestro de ônibus
ACIDENTE TRÁGICO
Morte de três profissionais em acidente comove a cidade
100 TETO
Na busca por emprego, homem 'mora' em abrigo de papelão
PÂNICO NO ÔNIBUS
Atirador de Elite mata homem que fez reféns em ônibus
AGORA DEU MEDO
Velório é interrompido após morto 'apertar' mão da esposa
TRAGEDIA NA RODOVIA
Três pessoas morrem em acidente envolvendo carro e caminhão na BR-277
FATALIDADE
Jovem mulher morre ao levar choque usando o secador de cabelos
ABSURDO - BRASIL
Mulher mata o marido a facadas e leva pênis para a amante dentro de um copo
MORTE E COMOÇÃO
Jovem caminhoneira morre em acidente e comove colegas de toda a região