Menu
SADER_FULL
sábado, 18 de agosto de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Incra inicia fiscalização em assentamentos em outubro

24 Set 2004 - 17h32
O Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), inicia no mês de outubro, o levantamento dos assentados que receberam recursos para apoio e moradia e venderam os lotes. Os inadimplentes serão executados de forma amigável ou judicialmente. Os que não saldarem suas dívidas serão inscritos na dívida ativa da União.

Mato Grosso do Sul tem 39 assentamentos. Todos tiveram registro de venda de lotes. Cerca de 40% dos lotes foram vendidos, trocados ou repassados para terceiros. Os casos foram registrados nos assentamento de Casa Verde, em Nova Andradina e Capão Bonito I e II, em Sidrolândia. Também foram registradas vendas no Itamarati.

Cada assentado recebe do Incrra R$ 2.400, 00 para apoio e R$ 5.000,00 para compra de material de construção. Além disso recebe financiamento do Programa de Agricultura Familiar.

A fiscalização inicia no mês de outubro pelo assentamento Capão Bonito, em Sidrolândia. Além de serem inseridos na dívida ativa da União, os assentados poderão ser indiciados por estelionato contra a União.
 
 
RMT Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

CRIME PASSIONAL
Marido flagra esposa com suposto amante e caso termina em morte
NOVELA GLOBAL
Remy pode não ter morrido em 'Segundo sol'; veja os indícios
TECNOLOGIA
Segunda via do RG pode ser solicitada pela internet
BOA AÇÃO
Empresário curado faz doação milionária para hospital público
VIOLENCIA
Homem desce do carro e mata mulher com tiro a queima roupa
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Laureta confessa que matou Remy; Karola foi cúmplice
PRESO EM 2010
Morre o homem apontado como maior contrabandista de cigarros do País
ELEIÇÕES 2018 - REGISTRO FEITO
AGORA: PT registra candidatura de Lula e tem até 17 de setembro para trocar candidato
BRIGA DE FAMILIA
Briga de irmãos termina com faca cravada na cabeça de jovem adolescente
NOVELA GLOBAL
Em 'Segundo sol', Zefa rompe com Severo: 'Você não merece nada de bom de mim!'