Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 18 de junho de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Inadimplência das empresas cai 5,8% de agosto para setembro

30 Out 2010 - 07h39Por Agência Brasil

O número de empresas que deixaram de pagar suas dívidas em setembro caiu 5,8% na comparação com agosto, de acordo com a Serasa Experian. No acumulado de 2010, a queda chega a 6,5% ante o mesmo período do ano anterior. Em relação a setembro de 2009, houve um aumento de 0,4% na inadimplência das empresas.

Segundo o levantamento da Serasa Experian, as dívidas com bancos, de janeiro a setembro de 2010, tiveram um valor médio de R$ 4.723,03, o que representou um crescimento de 3,5%, ante igual período de 2009. Os títulos protestados tiveram o valor médio em R$ 1.647,94, com queda de 7,6%, em relação ao acumulado do ano anterior. No caso dos cheques sem fundos, o valor médio foi de R$ 2.039,53, um aumento de 29,1% na comparação com igual período de 2009.

Quando se avalia o porte, a inadimplência das micro e pequenas empresas apresentou recuo de 5,5% em setembro, comparada à de agosto, e cresceu 1,0% ante setembro de 2009. A inadimplência das médias empresas caiu 10,4% em setembro e 11,9% no ano.

As grandes companhias registraram 6,5% de queda na inadimplência na variação de agosto para setembro. Já na comparação com o mesmo mês do ano passado, o recuo foi de 6%.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSASSINATO CRUEL
O massacre do menino Rhuan e o silêncio da grande mídia
FAMOSIDADES
Homem discute com mulher e mata bebê de quatro meses
SOLIDARIEDADE
Bebê nasce sem os olhos e mobiliza cidade do Paraná
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Pai mata filho de quatro anos e se mata por não aceitar fim do relacionamento
ASSASSINATO
Marido da deputada é morto a tiros
MULHER DO PRESIDENTE
Esposa de Jair Bolsonaro cai na internet, fotos íntimas são exibidas e todos ficam sem acreditar
DOURADOS - MANIFESTAÇÕES
Dono da Havan manda 'recado' a manifestantes após protesto em frente a loja de Dourados
VENENOSA
Agricultor é picado por cobra jararaca
FORÇA DE VONTADE
Advogado que pedia emprego na rua é contratado e ganha pós-graduação
CASO DE POLÍCIA
Filho mata a mãe e rouba seu cartão para comprar cocaína