Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 17 de dezembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
DOURADINA

Idoso morre queimado ao tentar conter fogo em Douradina

13 Jul 2010 - 07h19Por Dourados News

O aposentado identificado como Jacomo Zanetti de 79 anos, morreu carbonizado na noite desta segunda-feira quando a casa que ele morava pegou fogo na cidade de Douradina.

O acidente aconteceu na avenida Presidente Vargas no centro da cidade. Populares disseram que a vítima chegou a sair da casa quando o fogo começou, mas teria voltado para o interior da residência para tentar conter as chamas. Ele tinha dificuldades de locomoção e pode ter caído no interior da casa.

Populares também tentaram apagar o incêndio, mas sem sucesso. Viaturas do Corpo de Bombeiros de Dourados se deslocaram para o local distante cerca de 40 quilômetros.

Quando os soldados chegaram ao local a casa estava queimando e no interior foi encontrado o corpo do aposentado que estava na sala.

Segundo as primeiras informações um curto circuito teria sido a causa do incêndio depois que a luz da residência se apagou.

Uma equipe de peritos da Polícia Civil de Dourados está no local para fazer os levantamentos e liberar o corpo da vítima para o sepultamento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Sóstenes cometeu crime por amor a Luz
ABUSO SEXUAL
João de Deus se entrega para a polícia
ACIDENTE
Criança de dois anos se enforca com a alça da bolsa enquanto brincava em escola
CASO JOÃO DE DEUS
Marina Ruy Barbosa intervém no caso João de Deus e impede uma grande tragédia
PRISÃO DECRETADA
Justiça de Goiás decreta prisão de João de Deus
STARTUPS NO BRASIL JÁ É SUCESSO
O sucesso das startups no Brasil e algumas novas apostas no mercado
REVOLTANTE
Filha de João de Deus diz que foi abusada dos 10 aos 14 anos: 'Meu pai é um monstro'
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Robério beija Marcos Paulo e a agride ao descobrir que ela é trans
DESTAQUE MUNDIAL
Dois brasileiros estão no Top 50: melhores professores do mundo
JUSTIÇA - WHATSAPP
Administradora de grupo no WhatsApp, foi “condenada” á pagar 3 mil por discussão de membros