Menu
SADER_FULL
sábado, 23 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Identificada a nova doença que ataca os pomares paulistas

15 Jul 2004 - 15h02
O Centro de Citricultura Sylvio Moreira, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento de São Paulo, informou ontem que o greening asiático é o causador da nova doença nos pomares citrícolas comerciais paulistas. A praga é originária na China e praticamente inviabilizou pomares comerciais daquele país, espalhando-se em seguida por países orientais.

O Fundo de Desenvolvimento da Citricultura (Fundecitrus) comunicou que hoje se manifestará sobre o assunto. Técnicos do Centro de Citricultura, liderados pelo diretor Marcos Antônio Machado, analisaram amostras de plantas contaminadas e concluiram se tratar da doença, causada pela bactéria Candidatus liberibacter asiaticum, que ataca o sistema vascular da planta (neste caso o floema - artérias responsáveis por carregar os nutrientes). O vetor da doença é um psilídeo da espécie Diaphorina citri, inseto comum nos pomares que suga o floema da planta onde fica a bactéria.

Segundo a Secretaria da Agricultura, esse vetor é endêmico no estado de São Paulo desde a década de 60. Para Machado, existe outra variedade de greening encontrado na África, o Candidatus liberibacter africanum. Nos dois casos, a doença é considerada uma praga quarentenária A1, isto é, inexistente até então no Brasil. "É uma doença da copa, assim como a CVC, e que portanto ataca todos as espécies de árvores", afirma.

Para avaliar a amplitude da doença e sua evolução, o secretário de Agricultura, Duarte Nogueira, determinou que a Defesa Agropecuária, junto com o setor produtivo e o Fundecitrus, iniciem um levantamento das áreas afetadas, já que as primeiras árvores contaminadas foram detectadas em 11 municípios da região Centro-Sul paulista. "Temos de determinar onde a doença está para depois calcularmos o prejuízo e as medidas a serem tomadas" afirmou o secretário.

A doença afeta o crescimento do fruto, que apresenta deformação comprometendo a columela (porção central branca do fruto) e cai com facilidade, afetando a produção. "É uma ocorrência nova nos nossos laranjais, mas estamos certos de que, a exemplo de outras doenças, seremos capazes de superá-la, em trabalho conjunto do setor produtivo e do governo do Estado", disse Nogueira.
 
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Aposentadoria é para viver, não para receber só à beira da morte
CHANTAGEM
Ladrões invadem estabelecimentos, obrigam funcionárias a tirarem a roupa, filmam e extorquem vítimas
FORAGIDO
Atirador invade escritório de advocacia e mata duas pessoas
BBB 19
Rízia chora por estar acorrentada: 'Vontade de desistir'