Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 10 de dezembro de 2018
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

IBGE fará estudo orçado em R$ 8 milhões sobre violência

7 Abr 2007 - 04h55
O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e o Ministério da Justiça estão planejando uma pesquisa inédita que pretende diagnosticar a criminalidade e servir de base para a implementação de políticas de segurança pública, visando combater um dos problemas que mais tem incomodado o brasileiro, a violência. O estudo, de abrangência nacional, custará R$ 8 milhões, segundo divulgou hoje a Folha On Line.

O estudo, denominado 1ª Pesquisa Nacional de Vitimização analisará diversos aspectos relacionados à segurança pública no país, como, por exemplo, a sub-notificação de crimes --a diferença entre os delitos cometidos e as ocorrências que de fato acontecem.

O presidente do IBGE, Eduardo Nunes, afirmou que um dos objetivos da pesquisa é obter dados mais precisos sobre a sub-notificação. Há estimativas indicando que 15% a 20% dos crimes deixam de ser registrados. Outros itens a serem pesquisados são a relação entre polícia e comunidade, os custos econômicos e sociais da violência e criminalidade, além da violência contra minorias.
 
 
 
 
 
Campo Grande News

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENTRO ESPÍRITA
Médium é acusado de Abusos Sexuais em crianças
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Nicolau leva surra de chicote no bordel
COVARDIA
Mulher agride menino autista em playground e vídeo viraliza
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Nicolau descobre que Diana luta karatê e fica em choque
ACUMULOU
Ninguém acerta a mega-sena e prêmio acumula em R$ 30 milhões
VIOLENCIA
'Tiro, porrada e bomba': festa em universidade acaba em pancadaria e PM responde com violência
NOVELA GLOBAL
Gabriel confronta Valentina em “O Sétimo Guardião”
ARROCHO
Regra defendida por Bolsonaro tira R$ 1,1 mil por mês das novas aposentadorias
BARBÁRIE
Mulher é presa após atear fogo em cachorro
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Feliciano foi muito rico e ajudou Valentina no passado