Menu
LIMIT ACADEMIA
sexta, 22 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Iagro libera suínos de Eldorado, Japorã e Mundo Novo

5 Abr 2007 - 05h26

O governo do Estado, através da portaria nº 1.223, de 3 de abril de 2007, assinada pelo diretor-presidente do Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária, Animal e Vegetal), Roberto Rachid Bacha, liberou o trânsito intra-estadual de suínos de origem na área de risco sanitário nos municípios de Eldorado, Japorã e Mundo Novo destinado para o abate imediato em estabelecimento registrados no Serviço de Inspeção Oficial, localizados dentro de Estado de Mato Grosso do Sul. O produto só poderá ser encaminhado para o mercado interno.

Segundo a portaria, considera a Instrução Normativa n° 9 de 15 de março de 2006 do Mapa (Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento), que redefine as áreas de risco sanitário para os municípios de Eldorado, Mundo Novo e Japorã, por verificar a necessidade de restabelecer algumas das atividades de importância econômica para os municípios da área de risco sanitário.

Para a liberação do trânsito, os produtores interessados deverão requerer a autorização junto à Unidade Veterinária Local do Iagro, com no mínimo 72 horas de antecedência do embarque, para que o serviço veterinário oficial realizar as devidas análises de risco, sendo que, caso o trânsito seja autorizado, os animais a serem movimentados deverão ser submetidos à inspeção clínica no momento do embarque, devendo também, providenciar o lacre da carga na origem e a retirada do lacre no destino.

A Portaria estabelece ainda que os veículos transportadores, de propriedade dos frigoríficos ou terceirizados, deverão estar previamente higienizados e desinfetados, com produtos capazes de inativar o vírus da febre aftosa, sendo que o mesmo procedimento deverá ser feito após o desembarque, ficando proibido o uso de palha de arroz ou qualquer outro resíduo orgânico no piso das carrocerias dos veículos transportadores dos animais.

Já no momento da emissão da GTA (Guia de Transporte Animal), o servidor responsável pelo serviço deverá acrescentar no corpo da mesma, obrigatoriamente, a rota de trânsito dos animais, desde a propriedade de origem até o frigorífico de destino, constando ainda no verso da guia: “animais destinados ao abate, de acordo com as normas estabelecidas pela portaria/Iagro/MS nº 1.223, de 3 d eabril de 2007”.

 

 

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Aposentadoria é para viver, não para receber só à beira da morte
CHANTAGEM
Ladrões invadem estabelecimentos, obrigam funcionárias a tirarem a roupa, filmam e extorquem vítimas
FORAGIDO
Atirador invade escritório de advocacia e mata duas pessoas
BBB 19
Rízia chora por estar acorrentada: 'Vontade de desistir'
LARANJADA
Deputados do PSOL distribuem laranjas na chegada de Bolsonaro à Câmara