Menu
LIMIT ACADEMIA
sábado, 24 de agosto de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Hospital é condenado a indenizar paciente por danos morais

12 Abr 2007 - 13h48

A Quarta Turma Cível, via Apelação nº 2005.005608-8, manteve a sentença proferida pelo Juiz da comarca de Dourados, que condenou o Hospital Santa Rita Ltda, daquela localidade, no valor de R$ 41.600,00 (quarenta e um mil e seiscentos reais), por ter praticado erro médico que resultou em danos morais a um paciente.

R. G. dirigiu-se ao referido hospital para proceder a uma cirurgia que retiraria parte da unha encravada do “primeiro artelho” (dedão do pé), após o término do ato cirúrgico, o médico que o atendeu, por negligência, deixou de retirar o laço hemostático, o denominado “garrote”, cuja permanência provocou complicações e resultou na amputação  do referido “dedão do pé”.

O apelante narra que passou por momentos difíceis, pois, devido aos fatos ocorridos, perdeu o ano letivo; era também praticante de esporte, com grande aptidão para o futebol, cuja prática restou prejudicada, sem contar que, devido à perda do dedo, ficou bastante constrangido e abalado.

O Hospital, em sua apelação, alegou que não concorreu para o evento danoso, portanto é inaplicável a responsabilidade objetiva prevista no Código de Defesa do Consumidor; que a relação entre as partes não se configura como de consumo; que, segundo o prazo previsto no Código Civil, a demanda estaria prescrita. No mérito, sustentou que o valor fixado referente à condenação por dano moral é excessivo, devendo ser arbitrada com prudência e razoabilidade, sob pena de enriquecimento ilícito.

A Quarta Turma Cível entendeu que o estabelecimento hospitalar é prestador de serviços e, ao comprometer-se a prestar auxilio médico, por meio dos profissionais que indica, submete-se sim às normas de defesa do consumidor, pois é seu dever zelar pelas atividades dos subordinados, sob pena de ser responsabilizado objetivamente pelos danos por eles causados.

 

 

 

TJ / MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

A CASA CAIU
Homem pede divórcio ao descobrir que não é pai de nenhum dos nove filhos
ESTADO GRAVE
Homem ateia fogo em mulher e filha de 4 anos 80% do corpo queimado
SURPRESA E FÉ
Homem que morava em uma barraca ganha casa reformada
JUSTIÇA PROPRIAS MÃOS
Suspeito de ter estuprado criança é assassinado por lideranças de bairro
ASSISTA A REPORTAGEM
Família da modelo Mylena Mendes, que morreu em acidente faz protesto no Fórum
NOVELA GLOBAL
Régis confessa que forjou DNA de Arthur em 'A dona do pedaço'
FOGO NA AMAZONIA
Macron diz que Bolsonaro mentiu, e Europa ameaça retaliar Brasil
TURISMO
Curtir a Cidade Maravilhosa com pacotes de viagens baratos
FUTEBOL - PAIXÃO NACIONAL
Uma estrutura confiável para resultados de futebol
POSSE DE ARMA
Posse de arma em toda extensão da fazenda é aprovada e segue para sanção