Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 22 de maio de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Hospital de Amambai pode fechar por falta de recurso

27 Mar 2007 - 04h35
Apesar da grande demanda da área de saúde, que vem crescendo dia a dia, provocando superlotação em postos de saúde e hospitais, um hospital tradicional de Amambai poderá fechar suas portas para internações e atendimentos ambulatoriais, passado a tender somente consultas em caráter participar.

O Hospital e Maternidade Santa Joana, que há vários anos realiza atendimento geral em Amambai está prestes a ter o convênio com o SUS (Sistema Único de Saúde) suspenso e com isso, segundo a direção do hospital, o Santa Joana não teria mais condições financeiras para manter o quadro de funcionário e a estrutura exigida para realizar os atendimentos ambulatoriais e as internações, mesmo nos casos de atendimentos particulares.

“Sem o convênio com o Sistema Único de Saúde não temos condições e nem recursos para manter os atendimentos ambulatoriais e internações, pois só com o atendimento participar e convênios não é suficiente para cobrir se quer parte das despesas para manter esse tipo de atendimento”, disse o médico Dr. Teodoro Lopes Diniz, um dos sócios-proprietários da unidade de saúde.

O Corte-De acordo com a direção do hospital o descredenciamento do Santa Joana do Sistema Único de Saúde se deu por conta de uma política do Governo Federal que visa reduzir o atendimento ambulatorial em hospitais, estendendo esse tipo de atendimento mais diretamente aos postos de saúde, com isso as vagas de internação pelo SUS que eram de aproximadamente 270 caíram apenas para 200 ao mês em Amambai e teriam sido todas destinadas pelo Conselho Municipal de Saúde, para o Hospital Regional.

“Tentamos, junto ao Poder Público Municipal, conseguir recursos para darmos continuidade ao atendimento a população, mas fomos informados que a Prefeitura não pode repassar recursos para entidade de saúde de caráter participar, a menos que seja implantada uma legislação específica”, disse Dr Diniz ao informar que o Santa Joana deverá permanecer atendendo pelo SUS pelo menos até o mês de maio, quando o convênio expira.

Hoje o Hospital Santa Joana tem a seu dispor, 57 internações e 350 consultas a serem realizadas mensalmente.
 
 
 
 
 
A Gazeta News

Deixe seu Comentário

Leia Também

BARBÁRIE
Mulher sobrevive a tentativa de feminicídio, mas fica tetraplégica
MAIOR PEDRA DO MUNDO
Homem de 51 anos passa por cirurgia e tem pedra de 1,3 Kg na bexiga
CAMPO BELO RESORT - DIA DOS NAMORADOS
Dia dos Namorados com programação especial e romântica no Campo Belo Resort, faça sua reserva
TRAGEDIA NA RODOVIA
Estudante morre e dez ficam feridos em acidente com ônibus de universitário
DICAS - TECNOLOGIA
Como usar o Whatsapp para impulsionar os negócios
FURIA ASSASSINA
Homem invade igreja e mata três após esfaquear ex-namorada
BONITO - MS - DICA AGÊNCIA ECO TOUR
Os lugares mais belos do Rio Sucuri em Bonito Mato Grosso do Sul!
FAMOSIDADES
Com quadro de AVC, Agnaldo Timóteo é internado na Bahia
MONSTRUOSIDADE
Pai bate em bebê até a morte por ela ter nascido menina
HOMICIDIO - MISTÉRIO
Filho de 9 anos encontra pai morto no banheiro de casa