Menu
SADER_FULL
terça, 16 de outubro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Homem tira calça ao ser barrado em porta giratória de banco

15 Mar 2007 - 17h55
Um homem de cerca de 60 anos tirou a calça nesta quinta-feira (15) ao ser barrado na porta giratória da Caixa Econômica Federal da Avenida Luís Carlos Berrini, na Zona Sul de São Paulo.

O cliente tentou entrar na agência três vezes por volta das 14h50, mas o detector de metais fez a porta travar. Como o homem estava muito nervoso, o gerente foi chamado para tentar contornar a situação. Ele sugeriu que o cliente tirasse um relógio do pulso.

Mesmo sem o objeto, o homem foi barrado pela quarta vez por causa de uma corrente que levava no pescoço. Irritado, ele tirou a calça na entrada da agência. O gerente conversou com o cliente e conseguiu convencê-lo a colocar a roupa.

A polícia chegou a ser chamada, já que os seguranças do banco acionaram o alarme. O homem, no entanto, não chegou a ser levado para a delegacia. O gerente do banco disse que os clientes precisam deixar todos objetos de metal em uma caixinha antes de ingressar na porta giratória. “Segurança, a gente não pode negligenciar.”
 
 
 
 
RMT Online
 
 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

LUTO NO JORNALISMO
Morre Gil Gomes, jornalista policial, aos 78 anos, em São Paulo
SELEÇÃO BRASILEIRA
Brasil vence a Argentina com gol de Miranda nos acréscimos e conquista o Superclássico
HORARIO DE VERÃO
Início do horário de verão não será adiado, informa o Planalto
IBOPE PARA PRESIDENTE
Ibope para presidente, votos válidos: Bolsonaro, 59%; Haddad, 41%
ASSASSINATO
Rapaz agride avós de adolescente que não quis namorar com ele; avó morreu
TRAGEDIA NA RODOVIA
Carro ocupado por sete pessoas se envolve em acidente; cinco morreram
REVOLTANTE
Menina de 11 anos é estuprada por detento ao visitar irmão em presídio
ACIDENTE FATAL
Douradense morre em acidente no RS
REALITY SHOW
A Fazenda 10: Ana Paula é eliminada e se manifesta contra Bolsonaro
FACÇÃO CRIMINOSA
Decapitada por Satã do PCC, jovem morreu por exigir respeito após roubo de chinelo