Menu
SADER_FULL
quinta, 21 de junho de 2018
PASSARELA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Homem evoluiu correndo, afirmam biólogos

17 Nov 2004 - 17h49
Dois biólogos norte-americanos afirmaram que o ser humano desenvolveu sua atual anatomia a partir da necessidade de correr para caçar e se alimentar, segundo uma matéria que será publicada amanhã pela revista Nature. De acordo com Denis Bramble, da Universidade de Utah, em Salt Lake City, e Daniel Lieberman, da Universidade de Harvard, em Cambridge (Massachusetts), nossa atual aparência, caracterizada por pernas compridas e poderosas, remete-nos aos primeiros representantes do gênero Homo, obrigados a percorrer rapidamente longas distâncias na savana africana.

Os dois cientistas sustentam que foi perseguindo suas presas, como caçadores, para poder alcançá-las em curta distância e esforçando-se para chegar ao animal morto antes dos abutres e hienas que o homem desenvolveu esta aptidão. De acordo com Bramble e Lieberman, sob efeito da seleção natural nossos ancestrais começaram a tomar formas que desembocaram no corpo do homem atual, adaptado para andar sobre dois pés, mas também para correr.

Esta etapa da evolução teria sido superada há dois milhões de anos. Bramble e Lieberman afirmam que detectaram vestígios disso em alguns esqueletos da espécie Homo Habilis e principalmente da Homo Erectus, mais modernos.

Os dois biólogos registraram no total 26 traços anatômicos aptos para aumentar a adaptação para corrida, como tendões mais longos e ligamentos das pernas, a estrutura dos pés e os músculos que estabilizam o tronco. "Atualmente, a corrida é principalmente uma forma de exercício e distração, mas suas raízes podem ser tão antigas como o gênero humano e ter contribuído significativamente para a formação do corpo humano", resumem os dois cientistas.

A hipótese é rebatida pela antropóloga francesa Yvette Deloison, especialista em locomoção de hominídeos e conhecida principalmente por sua teoria de que o andar ereto apareceu muito antes entre os primatas do que nos ancestrais diretos do homem.

"Para avaliar sua capacidade de resistência, Bramble e Lieberman comparam bípedes e quadrúpedes, que representam dois modos de locomoção completamente diferentes e portanto impossíveis de comparar", declarou Deloison. "O homem está construído anatomicamente para a marcha. Por outro lado, em vez de poder perseguir suas presas em distâncias longas, os primeiros humanos tinham sem dúvida mais necessidade de escapar rapidamente dos predadores", destacou a especialista do Centro Nacional para a Investigação Científica da França.

 

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAUDE
Mulher dá a luz em calçada no Cajuru
FAMOSIDADES
Ex-apresentadora do ‘Vídeo show’, Alinne Prado sofre assalto a mão armada dentro de casa
RELIGIÃO
Padre é flagrado dando tapa em criança durante batismo
APOCALIPSE
André (Sidney Sampaio) é assassinado por Ricardo (Sérgio Marone)
DEMORA
Diesel cai R$ 0,62 em distribuidoras e apenas R$ 0,32 nos postos de MS
Brasil
Terceiro homem que assediou russa na Copa diz que “estão transformando um copo d’água em uma tempestade”
‘Alta Pressão’
Exército deflagra Operação para fiscalizar armamento e reduzir desvios para o comércio ilegal
COLÉGIO DELPHOS - BOLSAS DE ESTUDOS
Colégio Delphos Nota 10 oferece provas para bolsas de estudos neste sábado em Dourados
UNIPAR - EAD - DOURADOS
Unipar EAD com pós-graduação e 25 cursos a distância com mensalidade acessíveis agora em Dourados
PENSÃO ALIMENTÍCIA
Genro de Silvio Santos é procurado por Policia Federal após mandado de prisão