Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 25 de setembro de 2018
SADER_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
DOURADOS

Homem é executado sentado na cadeira de bar em Dourados

O servente de pedreiro morador do Parque Alvorada, foi assassinado com um tiro na cabeça

9 Set 2013 - 07h41Por Dourados News

O servente de pedreiro Hernandes Duran Pereira, 37, morador do Parque Alvorada, foi assassinado com um tiro na cabeça ontem (7) por volta das 22h30.

Segundo as informações apuradas pela polícia, Pereira estava sentado na mesa de um bar localizado na rua Rita Carolina de Almeida, conhecido como ‘bar da Alice’, na companhia de algumas mulheres.

Testemunhas disseram aos policiais que um homem encapuzado teria chegado ao local e anunciado um assalto, mas ao invés de se dirigir ao caixa do estabelecimento, foi até Pereira, disparou contra a cabeça dele uma vez, e em seguida fugiu na garupa de uma moto sem levar nada. O servente de pedreiro morreu na hora, sentado na cadeira do bar.

Ainda de acordo com a polícia, a vítima não tinha antecedentes criminais, e ainda não há nenhuma informação sobre o que teria motivado o crime. O caso foi registrado no 1º Distrito Policial e está sendo investigado.

Vítima não teve tempo de reagir contra o atirador (Fotos: Osvaldo Duarte)

Deixe seu Comentário

Leia Também

FUGA FRACASSADA
Tentativa de fuga termina com agente de cadeia e detentos feridos
ASSASSINATO
Por quebrar "pacto de sangue" homem é assassinado juntamente com amigo
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Mistérios sobre passado de Karola começam a ser revelados
CORRIDA PRESIDENCIAL
Haddad continua disparada em pesquisa do BTG e se consolida no 2º turno
CASAL BRUMAR
Bruna Marquezine e Maraina Ruy Barbosa se afastam e climão na Itália alerta internautas
MARIA DA PENHA
Após deixar hospital, mulher esfaqueada pelo ex diz: 'Não deixe passar em vão'
CAPITULO FINAL
Saiba tudo que vai acontecer no fim de 'Orgulho e paixão'
MUTANTE
Grife inova em passarela com modelos de 'três seios'
EMBOSCADA
Homem é assassinado na frente do filho de seis anos
FAMOSIDADES
Xuxa rompe silêncio sobre Marlene Mattos e traições de Pelé: ‘Me fez coisas muito feias’