Menu
LIMIT ACADEMIA
domingo, 25 de agosto de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Heloísa Helena será candidata a Presidência em 2006

15 Out 2004 - 17h56
 

A senadora Heloísa Helena (sem partido-AL) afirmou nesta sexta-feira que recusou o convite do presidente do PDT, Carlos Luppi, para filiar-se à sigla porque pretende dar continuidade à formação do PSOL (Partido do Socialismo e da Liberdade), pelo qual quer disputar as eleições presidenciais de 2006. O PDT ganhou a adesão do ex-radical do PT deputado João Fontes (SE).

Heloísa Helena e Fontes foram explusos do PT ao lado dos deputados Babá (PA) e Luciana Genro (RS). A direção do PT expulsou os quatro em 14 de dezembro de 2003. Eles foram acusados de desobedecer orientações partidárias e de fazer críticas ao governo Lula. No caso de Fontes, ele divulgou de discurso antigo de Lula contradizendo suas idéias atuais.

"Fico muito agradecida ao Lupi, até por que ele esteve presente na última conversa que mantive com Brizola [Leonel, morto em junho último]. Sinto muito carinho pelo PDT, fico muito agradecida com o convite, mas tenho o projeto do qual não vou desistir", afirmou a senadora alagoana.

Sobre sua candidatura à Presidência da República pelo PSOL, Heloísa Helena a classificou como um gesto de disponibilidade pessoal para fortalecer a legenda.

"Se eu fosse carreirista e oportunista, jamais disputaria este cargo. É uma tarefa muito complexa que vai me levar de volta para a sala de aula. Se eu fosse oportunista, disputaria um cargo para o qual sei que tenho chance, como deputada federal ou novamente senadora. Se for preciso, me lançarei pelo bem do meu partido."

A senadora disse estar entusiasmada com o apoio popular recebido até o momento para a criação do PSOL. De acordo com a Lei Eleitoral, para a criação de uma nova legenda partidária são necessárias, no mínimo, 438 mil assinaturas. "Em um mês e meio colhendo assinaturas, já contamos com mais de 270 mil. O povo brasileiro tem sido muito generoso conosco."

Além das assinaturas, o PSOL terá de derrubar barreiras até o prazo final para o seu registro na Justiça Eleitoral, previsto para setembro de 2005.

 

 

 

Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

A CASA CAIU
Homem pede divórcio ao descobrir que não é pai de nenhum dos nove filhos
ESTADO GRAVE
Homem ateia fogo em mulher e filha de 4 anos 80% do corpo queimado
SURPRESA E FÉ
Homem que morava em uma barraca ganha casa reformada
JUSTIÇA PROPRIAS MÃOS
Suspeito de ter estuprado criança é assassinado por lideranças de bairro
ASSISTA A REPORTAGEM
Família da modelo Mylena Mendes, que morreu em acidente faz protesto no Fórum
NOVELA GLOBAL
Régis confessa que forjou DNA de Arthur em 'A dona do pedaço'
FOGO NA AMAZONIA
Macron diz que Bolsonaro mentiu, e Europa ameaça retaliar Brasil
TURISMO
Curtir a Cidade Maravilhosa com pacotes de viagens baratos
FUTEBOL - PAIXÃO NACIONAL
Uma estrutura confiável para resultados de futebol
POSSE DE ARMA
Posse de arma em toda extensão da fazenda é aprovada e segue para sanção