Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 21 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Grupo proporá ações para estimular cooperativas

7 Out 2004 - 17h58
O Grupo de Trabalho Interministerial (GTI) Plano Brasil Cooperativo, instalado hoje em cerimônia realizada no Ministério da Agricultura, já está reunido para selecionar e consolidar as propostas que serão encaminhadas à Presidência da República para o desenvolvimento maior do cooperativismo no país.

O ministro Roberto Rodrigues, que é cooperativista, ressaltou que o Brasil precisa corrigir as distorções que emperram o crescimento da atividade no país. Segundo ele, enquanto 40% da população mundial está diretamente ligada às cooperativas, o Brasil registra uma participação inferior a 10%. “São 800 milhões de cooperados no mundo que, somados a seus dependentes, totalizam 2,4 bilhões de pessoas ou 40% da população do planeta”.

Para inserir o Brasil neste “gigantesco movimento de combate à exclusão social e concentração de riquezas”, Rodrigues defendeu mudanças radicais na legislação cooperativista brasileira, criada em 1971, e que, na sua opinião, não condiz com a realidade da economia globalizada. “Precisamos construir a ponte entre o mercado e o bem-estar da população. E o cimento dessa ponte se chama solidariedade cooperativista”, enfatizou.

O grupo de trabalho, que contempla diversos ramos do cooperativismo como agricultura, crédito, trabalho, serviços, habitação e consumo, entre outros, vai elaborar propostas de curto, médio e longo prazos para a consolidação do cooperativismo no Brasil.

O grupo interministerial é composto pela Casa Civil da Presidência da República, ministérios da Fazenda, Planejamento, Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Educação, Trabalho, Desenvolvimento Agrário, Minas e Energia, Meio Ambiente, Cidades, Integração Nacional, Transportes, Saúde, Secretaria de Aqüicultura e Pesca, Banco do Brasil, Banco da Amazônia, Banco do Nordeste, Caixa Econômica Federal, Banco Central e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A Frente Parlamentar Cooperativista e a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) participam como entidades convidadas especiais.
 
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos