MEGA_OKA_CARROS_
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 24 de Outubro de 2017
DELPHOS_FULL
2 de Julho de 2004 09h41

Grupo ligado à Al-Qaeda ameaça atacar na Europa

Um grupo ligado à Al-Qaeda ameaçou cometer novos atentados na Europa e aconselhou os muçulmanos a deixarem o continente a partir do dia 15 de julho, quando termina uma trégua de três meses concedida por Osama Bin Laden. "Povo europeu, você tem apenas mais alguns dias para aceitar a trégua de Bin Laden, ou a culpa será só sua", disse nota atribuída às Brigadas Abu Hafs Al-Masri, grupo que assumiu a responsabilidade pelos ataques de 11 de março em Madri.

Ainda não foi possível verificar a autenticidade da nova declaração, que foi parcialmente publicada pelos jornais Asharq Al-Awsat e Al-Hayat, ambos editados em Londres. Os jornais disseram que a carta data de 1º de julho, mas não explicaram como ela foi obtida.

Em uma gravação de 15 de abril, Bin Laden, o líder da Al-Qaeda, ofereceu uma trégua aos europeus se eles retirassem suas tropas de países islâmicos. Ele prometeu não cometer ataques contra o continente durante três meses.

A nota diz ainda que os ataques vão continuar até que os Estados Unidos libertem seus prisioneiros muçulmanos e até que "todas as terras muçulmanas, inclusive Jerusalém e a Caxemira, estejam limpas da mancha dos judeus, americanos e hindus". "Os muçulmanos no Ocidente devem partir para países muçulmanos se puderem", afirmou a carta. "Os que não podem devem tomar precauções e viver em áreas muçulmanas, reservar comida para um mês, encontrar formas de proteger a si e a suas famílias, deixar dinheiro em casa para durar um mês ou mais e rezar muito e colocar sua fé nas mãos de Deus", aconselha o texto.

O grupo disse que as pessoas envolvidas no "diálogo das civilizações" têm pouco tempo para convencer a Europa a aceitar a trégua. "A corrida agora é entre vocês, o tempo e os governos europeus que se recusaram a parar seus ataques contra muçulmanos. Portanto, não nos culpem pelo que vai acontecer, e pedimos desculpas de antemão se vocês estiverem entre os mortos."

O grupo disse que também planeja ataques no Iêmen, na esperança de criar "um terceiro atoleiro (para os Estados Unidos), depois do Iraque e do Afeganistão".

Vários países europeus rejeitaram a oferta de trégua, que excluía Estados Unidos e Israel. A CIA disse que a voz na gravação provavelmente era mesmo de Bin Laden. As Brigadas Abu Hafs Al-Masri, que se alinha à Al-Qaeda, é batizada em homenagem a Mohammed Atef, conhecido como Abu Hafs, um assessor de Bin Laden que foi morto em 2001 no Afeganistão.

 

Reuters 

Comentários
Veja Também
MBO_SEGURANÇA_300
FORTALEZA
FÁBRICA_CALÇADOS
Últimas Notícias
  
LÉO_GÁS_300
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.