Menu
LIMIT ACADEMIA
sexta, 23 de agosto de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Greve dos bancários chega ao 23º dia

7 Out 2004 - 07h07

Sem nenhuma perspectiva de acordo a curto prazo, a greve dos bancários entra nesta quinta-feira no seu 23º dia. A paralisação nacional é a maior da história e já supera em quatro dias a paralisação ocorrida em 1946.

Com as negociações travadas - os bancos, desde o início do movimento, mantém a proposta entre 8,5 e 12,77% -, os bancários tentam a ajuda de parlamentares para reabrir as discussões. Os bancários querem 19% de reajuste.

Hoje estão previstas assembléias e manifestações em várias capitais do País. De acordo com o comando de greve, ela atinge 24 Estados, com mais força em São Paulo.

A pedido do senador Paulo Paim (PT-RS), a Comissão de Assuntos Sociais pretende fazer uma audiência pública para discutir a greve. A audiência está marcada para o próximo dia 13. Se houver uma solução antes, será cancelada.

Os bancários também mantiveram ontem audiência com o presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Vantuil Abdala. O ministro mantém sua posição de tentar encontrar uma solução para a campanha salarial dos bancários, que não seja o julgamento do dissídio, ou seja, a definição de um reajuste pela Justiça.

Proposta - Os bancários reivindicam 19% de reajuste, abono de R$ 1.500, PLR de um salário mais R$ 1.200 e o não desconto dos dias parados. A proposta rejeitada pelos bancários previa reajuste salarial de 8,5% mais R$ 30 para quem ganha salários até R$ 1.500 - o que implicaria em reajustes de até 12,77% e aumento real de 5,75%.

Para os que ganham acima de R$ 1.500, o reajuste sugerido era de 8,5%, assim como para as demais verbas de natureza salarial como vales alimentação, refeição e auxílio-creche.

O INPC do período foi de 6,64%. A proposta previa Participação nos Lucros e Resultados (PLR) de 80% do salário mais R$ 705 e pagamento de vale-alimentação extra de R$ 217. Também foram rejeitados avanços em questões específicas do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal.

 

 

Invertia

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVELA GLOBAL
Régis confessa que forjou DNA de Arthur em 'A dona do pedaço'
FOGO NA AMAZONIA
Macron diz que Bolsonaro mentiu, e Europa ameaça retaliar Brasil
TURISMO
Curtir a Cidade Maravilhosa com pacotes de viagens baratos
FUTEBOL - PAIXÃO NACIONAL
Uma estrutura confiável para resultados de futebol
POSSE DE ARMA
Posse de arma em toda extensão da fazenda é aprovada e segue para sanção
SUICIDIO OU HOMICIDIO
Advogada criminalista é encontrada morta com tiro na cabeça em sua casa
DENUNCIA GRAVE
Mães denunciam abuso sexuais e agressões em creche
TENTATIVA DE HOMICIDIO
Homem ateia fogo no próprio corpo após esfaquear mulher
NOVELA GLOBAL
Chiclete conta a Vivi a verdade sobre sua vida de matador em 'A dona do pedaço'
DUPLO ASSASSINATO
Vereador e filho foram assassinados dentro de casa