Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 17 de setembro de 2019
SADER_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Greve dos bancários atinge cinco capitais nesta quinta-feira

16 Set 2004 - 09h16

Os bancários das cidades de São Paulo, Florianópolis, Brasília e do Rio de Janeiro decidiram seguir com a greve parcial iniciada ontem.

Os trabalhadores de Porto Alegre se juntaram ao movimento e também prometem parar nesta quinta-feira. De acordo com os sindicatos, o movimento já paralisou locais onde trabalham mais de 40 mil bancários.

Mais de 2,6 mil bancários de São Paulo, Osasco e região decidiram em assembléia na tarde de ontem, permanecer em greve. Eles rejeitaram em assembléia proposta de reajuste de 8,5% dos bancos, com participação nos lucros de até 80% do salário.

Uma outra assembléia avalia novamente o movimento hoje, às 15h, na Quadra do Sindicato.

Até agora, nenhuma nova proposta foi apresentada pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). A greve da véspera paralisou principalmente as agências do Centro e de grandes concentrações: 184 locais ficaram parados, abrangendo cerca de 15 mil trabalhadores.

Na região de Osasco houve greve em 20 agências e concentrações; na Zona Leste, 42; na Norte, 27; na Oeste, 23; na Sul, 13; na região da Paulista, 9, e no Centro, 50. A expectativa do Sindicato é de que o movimento cresça e se estenda para os bairros e demais agências da região da avenida Paulista, nesta quinta-feira.

O Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região representa 106 mil bancários que atuam em cerca de 4 mil locais de trabalho. Por enquanto, o atendimento à população só está prejudicado nas agências paradas.

Em comunicado à imprensa, o presidente do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, Luiz Cláudio Marcolino, ressalta que como o movimento está no início e concentrado nos grandes centros, ainda não há serviços interrompidos e as pessoas têm a opção de procurar outros locais para pagar suas contas.

"Não queremos, de forma alguma, penalizar os cidadãos, já tão explorados pelos mesmos banqueiros que nos exploram. Mas se a greve prosseguir e for ampliada, o pagamento de contas e outros serviços só poderá ser realizado ao final do movimento", disse Marcolino.

Os bancários da capital gaúcha decidiram, ontem à noite, entrar em greve por tempo indeterminado a partir desta quinta. A decisão foi tomada em assembléia. Quinhentos integrantes da categoria rejeitaram a proposta de reajuste apresentada pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), de 8,5% até 12,77%.

Os bancários reivindicam reajuste de 25%, aumento na participação nos lucros e resultados e ampliação do horário de atendimento ao público. O diretor de comunicação do Sindicato dos Bancários de Porto Alegre e Região, Ademir Wiederkehr, disse que a paralisação atinge a categoria dos ramos privado e público.

Hoje, outras plenárias em outras capitais e no interior do Estado serão realizadas para decidir a adesão na paralisação.

No Rio, aproximadamente 60% dos 30 mil bancários pararam, conforme balanço do movimento no país feito perto do meio-dia pela Confederação Nacional dos Bancários, filiada à Central Única dos Trabalhadores (CNB/CUT). Lá a paralisação também se concentrava no centro financeiro, entre as avenidas Presidente Vargas e Rio Branco.

Em Brasília, a greve foi mais forte no Banco do Brasil, onde cerca de 85% dos 8.700 funcionários pararam, segundo a CNB. Na Caixa Econômica Federal, o grau de adesão chegou a 60% dos 4,8 mil empregados.

Em Florianópolis, a paralisação também teve mais adesão nos bancos públicos, incluindo o Banco do Estado de Santa Catarina (Besc), mas a adesão chegou a 80% nos bancos privados, segundo a CNB. A cidade tem cerca de 3 mil bancários.

Nas cidades em que a greve não teve início na quarta-feira, a paralisação está marcada para o dia 21. Segundo a Confederação Nacional dos Bancários, a categoria conta com 400 mil trabalhadores em todo o país.

 

 

Invertia

Deixe seu Comentário

Leia Também

MUNDO MEDONHO
'Pago boleto, compro calcinha': usuários de aplicativos de paquera relatam apuros e curiosidades
FAMOSIDADES
Belo sai de casa após flagrar traição de Gracyanne
ASSASSINATO
PM é torturado e morto após circular boato de que seria 'estuprador'
JULGAMENTO
PMs acusados de chacina taparam câmera de segurança antes do crime
CASO DE POLÍCIA
Catador de reciclável recebe mochila com bebê congelado dentro
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo morre após carro bater em árvore em rodovia de MS
FAMOSOS
David Brazil causa ao expor bumbum de Anitta sem ela saber
ACIDENTE FATAL
Câmera de segurança registrou acidente fatal de enfermeira. VEJA O VÍDEO
MONSTRUOSIDADE
Homem que matou mãe e filha em Cascavel escreveu carta. Bebê tomou mamadeira “batizada”
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Mulher e marido são presos suspeitos de estuprar menina de 11 anos que dormia na casa deles