Menu
LIMIT ACADEMIA
sexta, 24 de maio de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Grêmio faz 2 a 0 no Santos e fica perto da final da Libertadores

31 Mai 2007 - 07h45

Com gols de Tcheco e Carlos Eduardo, o Grêmio derrotou o Santos por 2 a 0, nesta quarta-feira, no Estádio Olímpico, em Porto Alegre, e ficou mais perto da vaga na final da Libertadores. O jogo de volta das semifinais está marcado para o próximo dia 6 de junho, na Vila Belmiro, em Santos.

No segundo jogo, o Grêmio pode ser derrotado até por um gol de diferença que vai à final. Já o Santos precisa vencer por três gols ou mais.

O vencedor deste confronto encara quem passar no duelo entre Boca Juniors, da Argentina, e Cúcuta Deportivo, da Colômbia. O primeiro jogo entre as duas equipes acontece nesta quinta-feira.

Na primeira ida do Grêmio ao ataque no primeiro tempo, Lúcio avançou pela esquerda e tentou o cruzamento. A bola, porém, não foi em direção aos jogadores tricolores e ficou nas mãos de Fábio Costa.

A resposta do Santos saiu no minuto seguinte. Kléber acertou um lançamento para Marcos Aurélio no ataque. O assistente, porém, levantou a bandeira e marcou impedimento.

O Santos voltou a atacar aos 6min, quando Zé Roberto trabalhou bem a bola no ataque e tocou para Jonas. A devolução do atacante, porém, saiu errada e a bola ficou com a defesa do Grêmio.

Apesar da pressão do Grêmio e da torcida nas arquibancadas, o Santos levava mais perigo no ataque que o adversário no início do jogo. Aos 11min, Kléber inverteu na medida para Marcos Aurélio. O atacante bateu forte e Saja defendeu.

O Grêmio se soltou mais no jogo a partir dos 16min, quando Tcheco ganhou uma jogada no meio-campo e lançou na frente para Carlos Eduardo. O passe, porém, saiu forte e ficou nas mãos de Fábio Costa.

Aos 22min, o Grêmio quase abriu o placar. Tuta recebeu cruzamento dentro da área, dominou no peito e, de primeira, bateu por cima do travessão, com grande perigo, assustando o time santista.

O Grêmio passou a dominar as ações do jogo. Aos 29min, Tuta não alcançou um cruzamento e a bola sobrou para Diego Souza. O meia bateu à queima-roupa e Fábio Costa fez uma bela defesa.

Dois minutos depois, o Grêmio teve um pênalti ao seu favor. Diego Souza recebeu lateral pelo lado direito do ataque gaúcho e foi puxado por Ávalos na área. O árbitro não teve dúvidas e marcou a falta.

Depois de ouvir as reclamações dos jogadores do Santos, o árbitro argentino Sergio Pezzotta autorizou a cobrança do pênalti e, aos 33min, Tcheco bateu no canto direito de Fábio Costa, abrindo o marcador.

O gol abalou a zaga do Santos. Aos 35min, Adaílton falhou na defesa e perdeu a disputa pela posse de bola com Carlos Eduardo. O atacante entrou na área e só teve o trabalho de chutar no canto direito de Fábio Costa.

Com os dois gols marcados, a torcida do Grêmio aumentou a festa nas arquibancadas do Olímpico. E quase comemorou o terceiro, aos 37min, mas Fábio Costa conseguiu evitar o gol de Tcheco.

Os dez minutos finais do primeiro tempo foram marcados pelo domínio das ações do jogo por parte do Grêmio. O time gaúcho não ampliou o placar, mas também não foi muito incomodado pelo Santos e foi para o intervalo em vantagem.

A etapa final começou com mudanças nas duas equipes. No Grêmio, saiu Tcheco e entrou Ramon. Já o Santos mudou duas vezes, com Jonas e Alessandro saindo para as entradas de Rodrigo Tabata e Pedrinho.

O primeiro lance de perigo do segundo tempo foi do Santos. Aos 2min, Rodrigo Tabata bateu falta para dentro da área. A defesa gremista parou e Saja saiu bem do gol para afastar a bola com um soco.

O Grêmio voltou para a etapa final mais cauteloso. Com dois gols de vantagem no placar, o time gaúcho preferiu jogar com inteligência no início do segundo tempo a se lançar ao ataque e deixar espaços na defesa.

Jogando na defesa, o time gaúcho passou a apostar nos contra-ataques. Aos 11min, Patrício passou no meio de dois jogadores santistas e fez o cruzamento. A bola, porém, saiu fraca e Adaílton cortou para o time paulista.

Aos 15min, Ramon acertou um belo chute da entrada da área. A bola passou à esquerda do gol de Fábio Costa e arrancou suspiros da torcida do Grêmio, mais comedida nas arquibancadas que na primeira etapa.

O Grêmio ficou perto do terceiro gol no jogo. Aos 17min, Carlos Eduardo recebeu lançamento nas costas de Maldonado e entrou na área. Fábio Costa, porém, saiu bem do gol e salvou o Santos.

Na busca pelo primeiro gol na partida, o técnico Vanderlei Luxemburgo decidiu ousar, sacando o meia Cléber Santana, apagado no jogo, para a entrada do jovem Moraes, deixando o time alvinegro mais ofensivo.

A mudança, porém, não surtiu o efeito esperado. Os jogadores do Santos bem que tentaram, mas esbarraram na defesa do Grêmio, bem postada em campo, e não conseguiu diminuir o placar.

Já o Grêmio assustou em alguns contra-ataques, mas também não foi feliz nas suas conclusões a gol. Mesmo assim, o time tricolor manteve a vantagem até o fim e ficou mais perto da vaga na decisão da Libertadores.

 

 

Terra

Deixe seu Comentário

Leia Também

CASA BOCA SUJA
morador instala placas com palavrões nos muros de casa
MACABRO
Mulher é encontrada morta ao lado de uma oferenda
AMOR AO PRÓXIMO
Acidentada e abandonada, idosa é adotada por mulher de 30 anos
TRISTEZA
Morre menina que teve o corpo queimado em tentativa de furto em oleoduto, em Duque de Caxias
CONCORRENCIA
Padre Fabio de Mello reclama de Bradesco na internet e é disputado por concorrentes
TRAGEDIA NO CHILE II
Morta com a família no Chile, jovem havia ganhado viagem de presente de 15 anos
MILIONARIO
Aposta de Aramina-SP fatura mais de R$ 11 milhões na Mega-Sena
TRAGÉDIA NO CHILE
Seis brasileiros são achados mortos em apartamento em Santiago, no Chile
BARBÁRIE
Mulher sobrevive a tentativa de feminicídio, mas fica tetraplégica
MAIOR PEDRA DO MUNDO
Homem de 51 anos passa por cirurgia e tem pedra de 1,3 Kg na bexiga