Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 14 de novembro de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Grêmio está pronto para desafio contra o Boca

20 Jun 2007 - 08h49

Desde a "Batalha dos Aflitos", em 2005, quando conquistou o direito de voltar à Série A do Campeonato Brasileiro, o Grêmio não enfrentava um desafio tão grande: conquistar a Copa Libertadores da América em cima do Boca Juniors, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Estádio Olímpico, em Porto Alegre. No entanto, o time está pronto para o jogo.

A derrota por 3 a 0 na partida de ida, na La Bombonera, em Buenos Aires, obriga ao time do técnico Mano Menezes a vencer por quatro gols de diferença no tempo normal, ou por três para levar o jogo para a prorrogação e, posteriormente, para os pênaltis.

Na verdade, seria a maior façanha dos 104 anos do time tricolor, uma história que inclui duas Copas Libertadores (1983 e 1995) e um Mundial Interclubes (1983).

Apesar da desvantagem, a torcida gremista acredita na virada, de uma forma quase mágica. No último domingo, não havia mais ingressos. O Estádio Olímpico estará tomado por cerca de 50 mil pessoas - sendo 2,7 mil torcedores do Boca.

Mano Menezes utilizou essa prova de confiança como mais um estímulo para o seu time. No entanto, ele tratou de trabalhar também o lado prático. Nos dois treinos fechados, na segunda e terça-feiras, exercitou alternativas táticas e cobranças de pênaltis.

"Nos preparamos para todas as circunstâncias do jogo. Inclusive para o caso de o Boca sair na frente no placar. O time saberá reagir bem. Confiamos na torcida, na mística da camisa tricolor, mas sobretudo em nós mesmos", destacou Mano Menezes.

"Sabemos que fizemos um grande trabalho, e é essa consciência que nos impulsiona para a superação", disse o técnico após o treino de terça, diante de mais de 40 jornalistas de toda a América do Sul.

Não haverá mudanças, pelo menos de início. O técnico deu a entender que a equipe deverá começar com a formação dos últimos jogos (exceto Sandro Goiano, expulso no duelo de ida).

O volante Gavilan confirmou que em parte dos treinos ele atuou de lateral-direito. Nessas situações, Lucas ficou como primeiro volante, o lateral Patrício saiu e Amoroso entrou no ataque ao lado de Tuta e Carlos Eduardo. Mas as alternativas exercitadas serão utilizadas, se o forem, apenas no segundo tempo.

"Está descartada qualquer mudança antes do intervalo, ainda que soframos um gol", garantiu o técnico.

Segundo Mano, o Grêmio tem esperança de fazer vantagem na primeira etapa, no embalo da torcida. Mas, se o gol demorar, a receita é ter paciência e não desorganizar nunca. Para ele, a massa tricolor saberá compreender.

"Temos uma torcida melhor do que a do Boca. Aqui não é preciso o alto-falante pedir incentivo, como na Bombonera. O apoio é permanente, com a vantagem ou sem ela", elogiou o técnico.

 

 

Terra Redação 

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGEDIA
Ex-prefeito é morto pelo pai após ser confundido com assaltante
ACIDENTE DE TRANSITO
Caminhão passa por cima de veículos e explode em grave acidente
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Marilda (Letícia Spiller) é flagrada nua e finge ser uma assombração
BNDS
“Se não abrir a caixa preta do BNDES, está fora!”, diz Bolsonaro sobre Levy
FAMOSIDADES
Susana Vieira está com leucemia, mas a doença está controlado, diz assessoria
NOVELA GLOBAL
Marina Ruy Barbosa é a heroína de 'O sétimo guardião': 'Luz foge do tradicional'
CONSTRANGIMENTO
Claudia Leitte quebra silêncio e desabafa sobre polêmica com Silvio Santos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Concursos oferecem mais de 1 mil vagas e salários de até R$ 6,6 mil no MS
NOVA EQUIPE
Bolsonaro intensifica processo de transição esta semana em Brasília
ESPORTE EM TOUROS
VÍDEO: Peão de MS morre após ser pisoteado por touro em rodeio no interior de SP