Menu
LIMIT ACADEMIA
sábado, 19 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Governo vai iniciar a construção de cadeias lineares

17 Mai 2007 - 07h35
Juntamente com o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Francisco Brasil Jacini, o governador André Puccinelli assina hoje (17), às 10 horas, no auditório da governadoria, a ordem de serviço para o início da construção de cadeias lineares nos presídios de Segurança Máxima de Campo Grande e Dourados, estabelecimentos penais “Jair Ferreira de Carvalho” e “Harry Amorim Costa”, respectivamente. 

As cadeias lineares são anexos que serão construídos dentro das áreas das penitenciárias de segurança máxima em Campo Grande e Dourados, mediante o método tradicional da construção civil. São compostas por celas individuais ou duplas que abrigarão internos considerados de risco, objetivando manter a ordem e a segurança nos estabelecimentos penais. O regime disciplinar adotado nas alas será diferenciado do executado no restante do presídio. Campo Grande contará com 110 vagas e Dourados, 180. 

“As novas alas não vão aumentar o número de vagas nos presídios, serão utilizadas para combater o crime organizado e isolar as lideranças negativas que já cumprem pena nas unidades”, afirma o secretário Wantuir Jacini.

Recursos 

A dotação orçamentária para a construção das alas é proveniente do Ministério da Justiça. Em Campo Grande serão investidos R$ 2.611.265,48, acrescidos da contrapartida do Estado que é de R$ 290.140,61.

Em Dourados serão investidos R$ 2.962.606,05  somados à contrapartida do Estado de R$ 329.178,45 contabilizando um total geral de: R$ 6.193.190,59. 

A empresa Engepar Engenharia e Participações LTDA venceu a licitação e terá o prazo de até dez dias após a assinatura da ordem de serviço para iniciar as obras, tanto na Capital como em Dourados. Assinarão o termo o governador André Puccinelli, o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Francisco Brasil Jacini, o secretário de Estado de Obras e Transportes, Edson Giroto e representantes da Caixa Econômica Federal e da empresa Engepar.

 

 

Notícias.ms

Deixe seu Comentário

Leia Também

PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS