Menu
LIMIT ACADEMIA
sábado, 23 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CONTAINER
Brasil

Governo rejeita "Farmácias Populares" na política social de MS

8 Mai 2007 - 13h00

O CES (Conselho Estadual de Saúde) reprovou a inclusão do Programa Farmácias Populares na política estadual de Assistência Farmacêutica em Mato Grosso do Sul.

A decisão foi tomada pelo Conselho em dezembro de 2006, mas, no entanto, somente no governo de André Puccinelli (PMDB) a decisão foi homologada.

De acordo com o presidente do CES, Jonas de Souza Cavada, devido à polêmica do assunto, “o governo anterior não teve atitude de publicar em diário oficial”.

Segundo Cavada, a implantação do programa de Farmácias Populares foi pouco discutida. “Não houve uma discussão ampla sobre o assunto, mas como estava em âmbito de política federal, não tivemos muitos argumentos. Agora, existe uma possibilidade futura de que as despesas do programa sejam repassadas para o SUS. Dessa forma, atingiria diretamente a política de Estado, por isso, a reprovação do conselho e, se for o caso, a necessidade de uma discussão detalhada”, enfatizou.   

A Farmácia Popular do Brasil é um programa do governo federal que busca ampliar o acesso da população aos medicamentos considerados essenciais. A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), órgão do Ministério da Saúde e executora do programa, adquire os medicamentos de laboratórios farmacêuticos públicos ou do setor privado e disponibiliza nas farmácias a preço de custo.

Para adquirir os medicamentos disponibilizados nas farmácias populares, basta o usuário apresentar uma receita médica ou odontológica da rede pública ou particular. Ela é importante para evitar a automedicação, que pode causar intoxicações ou mascarar sintomas de doenças importantes.

Com assessoria

Deixe seu Comentário

Leia Também

PEDOFILIA
Babá de 15 anos recebia dinheiro para ter relações com patrão
PREOCUPANTE
Mineradora declara situação de emergência em barragem de Araxá
INTOLERANCIA RELIGIOSA
Delegado solicita ida à casa do 'BBB 19' para interrogar Paula, investigada por intolerância
RESUMO DAS NOVELAS
Mercedes convoca Murilo para uma conversa
CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico