Menu
SADER_FULL
quinta, 20 de setembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Governo quer agilizar Universidade para Todos

2 Set 2004 - 14h35
O governo federal vai esperar as votações do esforço concentrado do Congresso Nacional, que começam no dia 15 de setembro, para definir se editará uma medida provisória para agilizar a implantação do Programa Universidade para Todos (Prouni). O programa cria vagas públicas nas universidades filantrópicas e particulares para alunos de baixa renda. “Se não for votado dia 15, o presidente da República vai ter que tomar uma decisão a respeito desse assunto”, afirmou o ministro da Educação, Tarso Genro.

De acordo com Tarso, é fundamental garantir que, pelo menos, a “espinha dorsal” do Prouni não seja modificada: a reserva de 20% das vagas nas filantrópicas e 10% nas particulares. Apesar da tentativa, o relator do projeto de lei, o deputado federal Irineu Colombo (PT-PR) já realizou
várias modificações, permitindo, inclusive a concessão de bolsas parciais. “Nós não renunciamos o percentual forte de vagas gratuitas para estudantes de baixa renda, o resto é negociável, se pode adaptar, se pode conceder”, argumentou o ministro.

Segundo ele, o Ministério da Educação (MEC) está estudando outras formas de viabilizar o Prouni e já fechou acordo com 31 instituições de ensino superior para garantir 20 mil vagas, mas não abre mão do projeto. “Mas para que nós alcancemos 80 a 100 mil vagas, como nós queremos, é necessária a votação”, insistiu ele.
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

REALITY SHOW
“A Fazenda 10”: Gabi Prado passa mal e Nadja vira alvo dos participantes
SURRA
Video: Homem faz proposta sexual e é agredido de cinta no meio da rua
REALITY SHOW
Em 1ª dia de 'A Fazenda', Ana Paula ganha carro e vira meme
ABANDONO
Dois dias sem comer: irmãos de 2 e 4 anos são encontrados sozinhos em casa
PESQUISA ELEITORAL
Ibope: Haddad cresce em todos os segmentos; Bolsonaro só entre os mais ricos
BARBÁRIE
Corpo de Adolescente desaparecida há 11 dias é encontrado em Lixão
NOVELA GLOBAL
Karola e Laureta viram inimigas mortais em ‘Segundo sol’, e traz sérias consequências para ambas
ALCOOLISMO
Menino de 9 anos é expulso de casa pela mãe alcoólatra por se recusar a roubar, no DF
LATROCINIO
Tentativa de assalto termina com pai morto e filho baleado
MENOR INFRATOR
Cobradora é apedrejada em assalto e adolescente é detido pela 4ª vez