Menu
SADER_FULL
terça, 22 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Governo não negociará mudanças na CPMF

14 Ago 2007 - 17h48

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e seus principais ministros discutiram na manhã desta terça-feira, durante a tradicional reunião de coordenação política do governo, a pauta de votações do Congresso Nacional e chegaram à conclusão de que a votação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que prorroga a CPMF será "complexa, porque setores da sociedade querem mudanças", segundo auxiliares do Palácio do Planalto. Contudo, a avaliação do governo é de que "não é possível fazer qualquer concessão em relação ao conteúdo" da matéria.

O governo continua confiante na aprovação da PEC até meados de setembro na Câmara e que entre outubro e novembro a prorrogação será aprovada no Senado, onde a base aliada é mais frágil. Apesar de não aceitar mudanças na proposta original enviada ao Congresso, Lula está disposto a dialogar com setores da sociedade, como a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), que encabeça campanha contra a contribuição, e a oposição. O governo alega que não pode abrir mão da contribuição e nem parte dela para manter o equilíbrio fiscal.

Na reunião, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, informou ao presidente que em setembro enviará ao Congresso Nacional a nova proposta de reforma tributária e que ela pode trazer algumas compensações para os Estados, que estão de olho na partilha da CPMF.

Participaram da reunião de coordenação política os ministros das Relações Institucionais, Walfrido dos Mares Guia, da Justiça, Tarso Genro, da Casa Civil, Dilma Rousseff, da Fazenda, Guido Mantega, da Comunicação Social, Franklin Martins, da Secretaria Geral, Luiz Dulci, do Planejamento, Paulo Bernardo, da Defesa, Nelson Jobim, da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, Nilcéia Freire, e o vice-presidente da República, José Alencar.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação