Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 23 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Governo federal vai contratar quase 30 mil até 2010

10 Jul 2007 - 08h37

O governo federal vai fazer concurso público para contratar cerca de 30 mil servidores até o ano de 2010, informou nesta segunda-feira (9) o novo secretário de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Duvanier Paiva Ferreira. O objetivo do governo é substituir os funcionários terceirizados.

"A política de substituição de terceirizados teve início em 2003 e busca diminuir os contratos de prestação de serviços substituindo (essas) vagas por servidores efetivos. Das vagas autorizadas pela Lei Orçamentária Anual, mais de 45% foram para substituir terceirizados", informou Paiva, que assumiu o cargo há cerca de dois meses.

O secretário explicou que a substitutição de terceirizados é realizada em parceria com o Tribunal de Contas da União (TCU) e com o Ministério Público do Trabalho.

Entre 2002 e 2006, o Ministério do Planejamento informou que foram substituídos 31,5 mil funcionários terceirizados.

Os dados do TCU, porém, diferem um pouco do anunciado pelo secretário de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento.

Segundo o Tribunal, estão previstas as substituições de cerca de 27 mil funcionários terceirizados do governo federal entre 2007 e 2010.

A expectativa é substituir 6,5 mil neste ano, dos quais 651 já foram contratados, 7,48 mil em 2008, 6,85 mil em 2009 e 5,88 mil em 2010.

Direito de greve

Sobre o direito de greve dos trabalhadores, o secretário disse que a conquista "é histórica", mas defende que a greve dos servidores públicos ainda tem de ser regulamentada.

"No Brasil, a Constituição garante o direito e exige a regulamentação, que significa estabelecer em que condições o direito pode ser exercido", explicou.

Paiva disse que é preciso encontrar uma "justa medida" para conciliar o exercício do direito de greve com a preservação das atividades essenciais.

"Entendo que a regra deve ser no sentido de preservar o interesse público. Todos sabemos que a greve nos serviços públicos não pode resultar em risco de qualquer ordem para a sociedade", disse.

 

 

 

G1

Deixe seu Comentário

Leia Também

BBB 19
Vanderson é eliminado e vai prestar depoimentos sobre casos de agressão
INVESTIGAÇÃO
Mourão volta a dizer que é preciso investigar Flávio Bolsonaro e punir se for o caso
HEROI
Porteiro ganha homenagem: salvou criança de 3 anos que caiu na piscina (VIDEO)
FAMOSIDADES
Aos 67 anos, Amado Batista assume namoro com jovem de 19 anos de idade
LUTO - TV
Ator Caio Junqueira morre no Rio uma semana após acidente
ANJO DA GUARDA
Amigo dá lar a mulher que viveu 40 anos internada no HC
MAMATA
General corta contratinho de R$ 30 milhões para manter jornalistas no exterior
PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes