Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 18 de novembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Governo federal vai contratar quase 30 mil até 2010

10 Jul 2007 - 08h37

O governo federal vai fazer concurso público para contratar cerca de 30 mil servidores até o ano de 2010, informou nesta segunda-feira (9) o novo secretário de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Duvanier Paiva Ferreira. O objetivo do governo é substituir os funcionários terceirizados.

"A política de substituição de terceirizados teve início em 2003 e busca diminuir os contratos de prestação de serviços substituindo (essas) vagas por servidores efetivos. Das vagas autorizadas pela Lei Orçamentária Anual, mais de 45% foram para substituir terceirizados", informou Paiva, que assumiu o cargo há cerca de dois meses.

O secretário explicou que a substitutição de terceirizados é realizada em parceria com o Tribunal de Contas da União (TCU) e com o Ministério Público do Trabalho.

Entre 2002 e 2006, o Ministério do Planejamento informou que foram substituídos 31,5 mil funcionários terceirizados.

Os dados do TCU, porém, diferem um pouco do anunciado pelo secretário de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento.

Segundo o Tribunal, estão previstas as substituições de cerca de 27 mil funcionários terceirizados do governo federal entre 2007 e 2010.

A expectativa é substituir 6,5 mil neste ano, dos quais 651 já foram contratados, 7,48 mil em 2008, 6,85 mil em 2009 e 5,88 mil em 2010.

Direito de greve

Sobre o direito de greve dos trabalhadores, o secretário disse que a conquista "é histórica", mas defende que a greve dos servidores públicos ainda tem de ser regulamentada.

"No Brasil, a Constituição garante o direito e exige a regulamentação, que significa estabelecer em que condições o direito pode ser exercido", explicou.

Paiva disse que é preciso encontrar uma "justa medida" para conciliar o exercício do direito de greve com a preservação das atividades essenciais.

"Entendo que a regra deve ser no sentido de preservar o interesse público. Todos sabemos que a greve nos serviços públicos não pode resultar em risco de qualquer ordem para a sociedade", disse.

 

 

 

G1

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVO GOVERNO
Desistência de general para ministério leva crise ao QG de Bolsonaro
ASSASSINATO
Câmeras flagram dupla efetuando mais de 30 tiros contra homem; veja o vídeo
TRISTEZA
Menino de 10 anos comete suicídio após a prisão do pai
MALDADE
Câmera de segurança flagra homem colocando fogo em casinha comunitária para cachorros
FATIMASSULENSES EM UBATUBA (SP)
Fatimassulenses, alunos do Vicente Pallotti fazem curso de biodiversidade marinha em Ubatuba (SP)
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Gabriel se declara para Luz e os dois se beijam
MULHERES TEM QUE DENUNCIAR
Jovem posta foto com rosto inchado para denunciar agressão do namorado
ENCONTRO DE GOVERNADORES
Em encontro de governadores com Bolsonaro, Reinaldo defende fronteira e reajuste da tabela SUS
VIOLENCIA DOMESTICA
Homem é esfaqueado por esposa que tem ciumes até da sombra
ENTROU ATIRANDO
VÍDEO: Pastor é baleado no altar durante o culto