Menu
SADER_FULL
quarta, 24 de julho de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Governo entrega 222 moradias em Camapuã e Figueirão

2 Jul 2004 - 08h04
 

O secretário estadual de Infra-estrutura e Habitação, Carlos Augusto Longo, e o diretor-presidente da Agehab (Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul), Amarildo Cruz, devem entregar hoje 222 casas em Camapuã e Figueirão. São 207 unidades habitacionais feitas pelo projeto Tijolo por Tijolo: 180 em Camapuã e 27 em Figueirão. No Tijolo por Tijolo, o mutuário financia o material de construção pela CEF (Caixa Econômica Federal), o governo paga a mão-de-obra e o beneficiado ou a prefeitura contribui com o terreno.

As moradias de Camapuã tiveram investimento de R$ 1.045.120,62 e as de Figueirão R$ 135.030,00. As construções possuem dois quartos, sala, cozinha e banheiro distribuídos em 38,44 metros quadrados. As quinze unidades restantes estão em Camapuã e fazem parte do Programa Novo Habitar. Para estas casas foram utilizados recursos do Programa de Subsídio à Habitação, no total de R$ 147.690,03. As moradias possuem dois quartos, sala, cozinha e banheiro com 38,44 metros quadrados de área construída.

 

APN

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO BELO RESORT - PACOTE DIA DOS PAIS
Confira o PACOTE do Dia dos Pais em um resort incrível, o Campo Belo Resort
LUTO NO ESPORTE
Aos 78 anos, morre em São Paulo o jornalista esportivo Juarez Soares
CRIMINOSO FRIO
Padrasto dá detalhes de como estuprou e matou enteada de nove anos
LUTO NA EDUCAÇÃO
Aos 51 anos professora sofre infarto fulminante em sala de aula
ASSASSINATO
Jovem é morta a tiros dentro de casa na frente dos filhos de 6 e 8 anos em MT
ABONO SALARIAL
Mais de 290 mil têm direito a sacar o PIS calendário 2019/2020 em MS
DOENÇA DO SÉCULO
Jovem que se jogou da ponte foi encontrado por pescador
MUITO TRISTE
Adolescente perde luta para o câncer e comove toda cidade
TRAGÉDIA
Neto de empresário de transportes morre atropelado por funcionário
CRUELDADE
Criança que estava desaparecida é encontrada morta. Padrasto confessou o crime