Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 23 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Governo de MS e Sanesul garantem inclusão de Dourados no PAC

18 Mai 2007 - 10h24

O governador André Puccinelli e o diretor-presidente da Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul), José Carlos Barbosa, estiveram em Brasília (DF) no dia 16 de maio a fim de garantir, entre outros objetivos, prioridade ao projeto de melhoria e ampliação dos sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário de Dourados.

 

O projeto, que define recursos na ordem de R$ 52 milhões, havia sido entregue ao Ministério das Cidades pelo presidente da Sanesul no dia 19 de abril, e acaba de ser aprovado para inclusão no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do Governo Federal.

 

Está previsto investimento de R$ 13.238.636,00 na melhoria do sistema de água de Dourados, com implantação de rede de distribuição, ligações domiciliares, melhorias operacionais no tratamento de poços, substituição de redes e ramais, entre outros. O projeto prevê, ainda, melhorias no sistema de esgotamento sanitário do município, com ampliação da estação de tratamento de esgoto, extensão da rede coletora, implantação de novas ligações domiciliares, entre outros, na ordem de R$ 39.384.000,00. Serão atendidos cerca de 143.590 habitantes nas duas modalidades.

 

De acordo com José Carlos, Dourados foi o primeiro município a ser contemplado no PAC porque a primeira etapa do programa prevê investimentos acima de R$ 10 milhões para as cidades com mais de 150 mil habitantes. “Por isso, os projetos para Três Lagoas, Ponta Porã e Corumbá, que nós entregamos ao Ministério, serão objetos de análise posterior”, justificou.

 

“A inclusão de Dourados no PAC é resultado do esforço da equipe de engenharia da Sanesul, chefiada pela engenheira Lourdes Tapparo, que vem se dedicando exaustivamente à realização desse projeto”, declarou o diretor-técnico da Sanesul, Victor Dib Yazbek Filho.

 

Estiveram presentes à reunião a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, o ministro das Cidades, Márcio Fortes, o secretário Nacional de Saneamento, Sérgio Gonçalves, o vice-presidente da Caixa Econômica, Jorge Hereda, o superintendente da CEF, Rogério Tavares, o governador André Puccinelli, o secretário de Estado de Obras Públicas e de Transportes, Edson Giroto, o secretário de Estado de Habitação, Carlos Eduardo Xavier Marun, o diretor-presidente da Sanesul, José Carlos Barbosa, e o prefeito de Dourados, José Laerte Tetila.

 

Sobre o PAC – O Programa de Aceleração do Crescimento, do Governo Federal, prevê investimentos de R$ 40 bilhões em saneamento básico até 2010, sendo que, somente para este ano, pretende aplicar R$ 8,8 bilhões. A meta do governo é fornecer água, esgoto tratado e destinação adequada de lixo a 23,2 milhões de domicílios brasileiros nos próximos quatro anos.

 

 

 

 

Fátima News

Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho