Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 18 de dezembro de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Governador responde ataques entregando mais obras

10 Set 2010 - 08h24Por Fátima News com assessoria

Cumprindo o que prometera no início desta campanha eleitoral, de responder aos ataques dos adversários mostrando obras de seu governo, no horário eleitoral gratuito no rádio e na TV, o governador André Puccinelli entregou hoje (quinta) mais 139 casas e nesta sexta-feira, entrega mais 32, perfazendo um total de 600 casas nos últimos 30 dias, em vários municípios do interior. A atual administração vem construindo média de 1.120 casas por mês, ou seja, quatro vezes a média do que foi realizado pelo governo anterior (278 casas por mês). Em Corumbá, o Governo investe R$ 22,8 milhões (100% de recursos próprios) no maior conjunto habitacional do Estado, construindo 1.200 unidades.

 

Nesta quinta-feira foi a vez dos novos moradores do residencial Iguatemi receberem as chaves de suas casas. O conjunto entregue hoje faz parte do Programa de Subsídios à Habitação de Interesse Social (PSH/2009) e recebeu investimentos superiores a R$ 2,1 milhões vindos de parcerias entre União (R$ 973 mil), Estado (R$ 859.020,00) e Município (R$ 278 mil) que também foi responsável pela cadencia do terreno.

 

Somente em Campo Grande, os programais habitacionais da prefeitura e do Governo do Estado já garantiram 7.574 moradias à população campo-grandense. Deste total, quatro mil casas já foram entregues aos beneficiários, cerca de duas mil estão em fase de conclusão, e, ainda este ano, mais de 650 unidades habitacionais foram contratadas e já estão em fase inicial das obras.

 

Em Mato Grosso do Sul são cerca de 40 mil unidades habitacionais entregues e que estão em fase de construção.    Estes números já ultrapassam a meta inicial (40 mil unidades) para os quatro anos da administração do governador André Puccinelli. Estas obras representam a garantia de uma maior qualidade de vida para famílias que viviam em condições precárias.

 

 A edificação das casas soma investimentos de R$ 670 milhões, englobando recursos estaduais, federais e municipais. As obras representam a garantia de um lar para mais de 170 mil pessoas. Livres do aluguel, famílias que sonhavam com a casa própria passam a contar com uma vida mais segura e digna.  Os investimentos, além de elevar a qualidade de vida em Mato Grosso do Sul, fortalecem a economia local dos municípios, gerando cerca de 30 mil empregos diretos e indiretos na construção civil.

Em março deste ano, o governador André Puccinelli lançou a construção de 3.822 casas. As unidades fazem parte do projeto “Meu Lar”, que estão inseridas no Programa Habitacional “MS Cidadão – Casa da Gente” e consiste na construção de casas para famílias de menor renda.  Para edificação destas casas, somando os recursos garantidos através de parcerias entre União, Estado, Município e entidades, serão investidos mais de R$ 62 milhões.

 

 

VEJA O DEPOIMENTO DE ALGUMAS PESSOAS

BENEFICIADAS COM A CASA PRÓPRIA NO ESTADO

 

 

CAMPO GRANDE

 

“Vou me mudar o mais rápido possível. Ter um teto para voltar após o trabalho é muito bom”.

Andréia Barreto de Souza

 

 “Um dos maiores benefícios é poder chegar na sua própria casa depois de um dia de trabalho”.

Victor Wandscheer

 

 

DOURADOS

 

“Com esta casa nossa vida melhorou bastante. Antes morávamos num barraco. Tinha muita goteira e o espaço era pequeno”.

Luciane Raulio com a irmã Ariane Lescano

 

“Realizamos o sonho da nossa vida, recebendo esta casa. Antes nós pagávamos aluguel de R$ 300”.

Aide Schnorr e seu esposa Selmiro Schnorr

 

“Foi a melhor coisa que aconteceu na nossa vida ter ganhado esta casa”.

Delsi Vierantz com a filha Danielle

 

AQUIDAUANA

 

 “Morava de aluguel há nove anos. Tudo era difícil. Desde que ganhei esta casa, minha vida me­lhorou em todos os sentidos”.

José Carlos Souza Silva com a esposa Leia, beneficiado em Aquidauana

 

 

“O Governo melhorou bastante nossa vida na aldeia”.

Fatima Ismael Lipú Mendes, 33 anos, com os filhos, beneficiada com

uma casa própria na Aldeia Limão Verde

 

 

CORUMBÁ

 

“Vai ser maravilhoso se for beneficiada. Meu sonho é ter uma casa própria”.

 Lenir Neves Pereira de Oliveira, uma das que sonha com o maior conjunto habitacional que o Governo do Estado está construindo no município

 

“Sonho com estas casas. Morar no que é da gente é outra coisa”.

Ramona da Encarnação com o esposo Sebastião , a filha Joana e o neto Vitor

 

 

JARDIM

 

“Hoje com esta casa, nossa vida é bem melhor. Foi Deus que arrumou este lugar para mim. Hoje durmo tranquila”.

Eliane Palácio, 26 anos

 

“Antes minha vida era bem complicada. Esta casa era tudo que eu queria.

Isabel Ojeda

 

“Esta é a casa é o maior patrimônio que tenho, depois da minha família”.

Ramon Bogado com sua esposa Laura e o filho Erik

 

“Antes eu morava de favor. Hoje moro no que é meu”.

Ramona Aquino

 

 

 

PARANAÍBA

 

“Morar no que é seu é outra coisa. É uma enorme diferença. Antes não dava gosto de plantar ou fazer qualquer coisa na casa, porque aquela moradia era temporária”.

Maria Aparecida da Silva Rufino, beneficiada coma uma casa do Governo do Estado, em 2008

 

“Ao ganhar esta casa, encontrei a paz e o sossêgo. Minha vida melhorou 100 por cento”.

Guadalupe Pereira Lima

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Sóstenes cometeu crime por amor a Luz
ABUSO SEXUAL
João de Deus se entrega para a polícia
ACIDENTE
Criança de dois anos se enforca com a alça da bolsa enquanto brincava em escola
CASO JOÃO DE DEUS
Marina Ruy Barbosa intervém no caso João de Deus e impede uma grande tragédia
PRISÃO DECRETADA
Justiça de Goiás decreta prisão de João de Deus
STARTUPS NO BRASIL JÁ É SUCESSO
O sucesso das startups no Brasil e algumas novas apostas no mercado
REVOLTANTE
Filha de João de Deus diz que foi abusada dos 10 aos 14 anos: 'Meu pai é um monstro'
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Robério beija Marcos Paulo e a agride ao descobrir que ela é trans
DESTAQUE MUNDIAL
Dois brasileiros estão no Top 50: melhores professores do mundo
JUSTIÇA - WHATSAPP
Administradora de grupo no WhatsApp, foi “condenada” á pagar 3 mil por discussão de membros