Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 21 de janeiro de 2020
SADER_FULL
Busca
BANNER BET
Brasil

Gol de prata leva zebra grega a decisão inédita

1 Jul 2004 - 17h46
A Grécia confirmou nesta quinta-feira que realmente veio para a Eurocopa como a “zebra” a ser batida. Depois de surpreender Portugal e França, entre outros, o time eliminou a República Tcheca, que tinha 100% de aproveitamento na competição.

O favoritismo tcheco caiu com a derrota por 1 a 0, no gol de prata marcado aos 14 minutos do primeiro tempo da prorrogação pelo zagueiro Dellas.

Foi o suficiente para levar os helênicos à primeira final em torneios oficiais de futebol. O time encara Portugal, domingo, em Lisboa, na revanche do jogo da primeira fase. E em que deu Grécia.

O jogo

Os tchecos começaram com a postura que deles se esperavam: tomando a iniciativa do jogo. Os primeiros minutos foram de intensa pressão, e por pouco não culminaram com gol.

Logo aos dois, Rosicky experimentou de fora da área e carimbou o travessão. Três minutos depois, Jankulovski invadiu a área pela esquerda e obrigou Nikopolidis a fazer bela defesa.

Aos poucos, os gregos conseguiram equilibrar as ações com muitas faltas no meio-campo e bolas alçadas na área. Além disso, os tchecos passaram a ter dificuldades para chegar com toques rápidos.

Para piorar, Nedved sofreu uma forte pancada no joelho e teve de ser substituído por Smicer aos 33 minutos. O time ganhou velocidade, mas perdeu a cadência e o equilíbrio dado pelo astro da Juventus.

A ausência de Nedved continuou a ser o grande problema dos tchecos no segundo tempo. Não havia quem deixasse o artilheiro Baros na cara do gol, como nas partidas anteriores.

Os gregos não tinham nada a ver com isso e assustaram aos 18: Fyssas recebeu cruzamento na segunda trave e cabeceou por cima do gol, perdendo boa chance.

Aos 33, foi a vez da República Tcheca desperdiçar uma oportunidade de ouro: Koller tabelou com Rosicky e, com o gol livre, bateu para fora. Em seguida, Baros limpou toda a zaga e chutou à esquerda de Nikopolidis. As oportunidades desperdiçadas levaram o jogo à prorrogação.

No tempo extra, equilíbrio permaneceu até o último minuto, quando Dellas desviou de cabeça numa cobrança de escanteio e fez o que parecia inimaginável: eliminar os favoritos tchecos.

 

Gazeta Esportiva

Deixe seu Comentário

Leia Também

FÁTIMA DO SUL - NESTA QUARTA-FEIRA
Esclarecimentos sobre porte de armas e suas aquisições acontece nesta quarta-feira em Fátima do Sul
ESTUDANTES
Estudantes podem se inscrever no Sisu a partir desta terça-feira
TECNOLOGIA
Clientes de bancos digitais vão poder sacar dinheiro em padarias e supermercados
VALOR INDEVIDO
Mais de 4 milhões de motoristas vão receber restituição da diferença do DPVAT
DESEMPREGO À VISTA
Petrobras vai demitir funcionário aposentado após reforma da Previdência
BORA PRA BONITO - MS
Passeios em Bonito tem até 60% de desconto para sul-mato-grossenses
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Trágico acidente mata família que seguia para curtir as férias na praia
LUTO NA MÚSICA
Cantor sofre infarto, fã tenta reanimá-lo, mas ele morre no palco
MEDIDAS DRÁSTICAS
Morador que possuir foco de dengue em casa será multado na hora
ACIDENTE FATAL
Idosa de 79 anos morre após ser atropelada por motocicleta em MS