Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 15 de setembro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Gol de prata leva zebra grega a decisão inédita

1 Jul 2004 - 17h46
A Grécia confirmou nesta quinta-feira que realmente veio para a Eurocopa como a “zebra” a ser batida. Depois de surpreender Portugal e França, entre outros, o time eliminou a República Tcheca, que tinha 100% de aproveitamento na competição.

O favoritismo tcheco caiu com a derrota por 1 a 0, no gol de prata marcado aos 14 minutos do primeiro tempo da prorrogação pelo zagueiro Dellas.

Foi o suficiente para levar os helênicos à primeira final em torneios oficiais de futebol. O time encara Portugal, domingo, em Lisboa, na revanche do jogo da primeira fase. E em que deu Grécia.

O jogo

Os tchecos começaram com a postura que deles se esperavam: tomando a iniciativa do jogo. Os primeiros minutos foram de intensa pressão, e por pouco não culminaram com gol.

Logo aos dois, Rosicky experimentou de fora da área e carimbou o travessão. Três minutos depois, Jankulovski invadiu a área pela esquerda e obrigou Nikopolidis a fazer bela defesa.

Aos poucos, os gregos conseguiram equilibrar as ações com muitas faltas no meio-campo e bolas alçadas na área. Além disso, os tchecos passaram a ter dificuldades para chegar com toques rápidos.

Para piorar, Nedved sofreu uma forte pancada no joelho e teve de ser substituído por Smicer aos 33 minutos. O time ganhou velocidade, mas perdeu a cadência e o equilíbrio dado pelo astro da Juventus.

A ausência de Nedved continuou a ser o grande problema dos tchecos no segundo tempo. Não havia quem deixasse o artilheiro Baros na cara do gol, como nas partidas anteriores.

Os gregos não tinham nada a ver com isso e assustaram aos 18: Fyssas recebeu cruzamento na segunda trave e cabeceou por cima do gol, perdendo boa chance.

Aos 33, foi a vez da República Tcheca desperdiçar uma oportunidade de ouro: Koller tabelou com Rosicky e, com o gol livre, bateu para fora. Em seguida, Baros limpou toda a zaga e chutou à esquerda de Nikopolidis. As oportunidades desperdiçadas levaram o jogo à prorrogação.

No tempo extra, equilíbrio permaneceu até o último minuto, quando Dellas desviou de cabeça numa cobrança de escanteio e fez o que parecia inimaginável: eliminar os favoritos tchecos.

 

Gazeta Esportiva

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSASSINATO
PM é torturado e morto após circular boato de que seria 'estuprador'
JULGAMENTO
PMs acusados de chacina taparam câmera de segurança antes do crime
CASO DE POLÍCIA
Catador de reciclável recebe mochila com bebê congelado dentro
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo morre após carro bater em árvore em rodovia de MS
FAMOSOS
David Brazil causa ao expor bumbum de Anitta sem ela saber
ACIDENTE FATAL
Câmera de segurança registrou acidente fatal de enfermeira. VEJA O VÍDEO
MONSTRUOSIDADE
Homem que matou mãe e filha em Cascavel escreveu carta. Bebê tomou mamadeira “batizada”
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Mulher e marido são presos suspeitos de estuprar menina de 11 anos que dormia na casa deles
SUPERSTIÇÃO
Primeira sexta-feira 13 do ano com noite de lua cheia pode ser perigosa, alerta taróloga
ESPORTE
Poderá o poker se tornar olímpico?