Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 18 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

GO tem maior número de casos de pedofilia do País

5 Abr 2007 - 05h37

 

Goiás é o Estado responsável pelo maior número de casos de pedofilia virtual do País: 22%. O índice é fruto de um estudo da Polícia Federal (PF) divulgado nesta quarta-feira. Em sete anos de investigações, 101 inquéritos foram instaurados pela PF goiana. O anonimato e falta de legislação específica são apontados como principal motivador deste tipo de crime. O estudo ainda aponta que denúncias são as principais armas no combate a este tipo de crime.
Em todo país, entre 2000 e 2007, foram abertos 461 inquéritos para apurar denúncias de pedofilia na internet. Destes, 14% eram investigados pela PF do Rio de Janeiro, 11% em São Paulo e os outros 53% distribuídos entre os Estados de Minas Gerais, Santa Catarina, Sergipe, Espírito Santo, Pernambuco, Piauí, Amapá e Alagoas, onde há menor incidências dos casos (chegando, no máximo, a 9% em cada um).

Um departamento especializado em crimes virtuais foi criado na PF em Goiás. Segundo o delegado Luciano Ferreira Dornelas, a punição dos culpados também esbarra na falta de legislação sobre crimes virtuais, como acontece em caso de sites alimentados por exploradores em Goiás, que são hospedados no exterior. Nestes casos, é solicitado ao provedor o número de protocolo de internet (IP), que guarda informações do computador e do proprietário responsável pelo crime.

No ano passado, conforme o delegado, o Departamento de Polícia Federal realizou sete grandes operações para coibir casos de abusos sexuais em todo o País. Essas ações, segundo ele, resultaram na prisão de 65 acusados. Muitas delas foram feitas com o apoio de polícias de outros países.

Para combater esta prática, a PF conta com o auxílio do Ministério Público e de Organizações Não Governamentais especializadas na defesa do direito de crianças e adolescentes. O delegado explicou ainda que após as denúncias e a identificação dos criminosos os suspeitos são enquadrados em outros crimes em que há legislação para que a punição ocorra.

A PF e a Interpol estão em busca de foragidos, como o goiano Carlos Alberto Guerreiro do Valle, 53 anos, considerado um dos principais produtores de pornografia infantil para internet. Ele está foragido há 6 anos. Em fevereiro, um autônomo de 33 anos foi detido em Goiânia acusado do mesmo crime foi detido pela polícia civil. Em sua casa foram encontrados CDs e arquivos em seu computador com imagens de crianças e jovens entre 3 e 14 anos.

 

 

Terra

Deixe seu Comentário

Leia Também

CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS
DECEPCIONADA
Regina Duarte surpreende e se posiciona contra atitude de Bolsonaro
SATÂNICO
Mulheres são presas acusadas de torturar criança de apenas dois anos que teve rosto desfigurado
INSPIRAÇÃO
Idoso se forma em Direito aos 94 anos, após morte da esposa
POLEMICA
Movimento Gay quer tirar Bíblia de circulação no Brasil, diz Damares
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem atira em esposa e se mata com granada
SUPERAÇÃO
Pedreiro cadeirante enfrenta difilculdades e sustenta a família trabalhando em obras
GASES MORTAIS
Homem morre após segurar peidos na casa da namorada
REALITY SHOW
'BBB 19': Danrley diz ser virgem, e irmã brinca: 'Nem no signo'