Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 23 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CONTAINER
Brasil

Glória de Dourados recebe o primeiro AMBI

16 Set 2010 - 14h45Por Demerval Nogueira / Fátima News

O município de Glória de Dourados estará recebendo o primeiro seminário municipal engajado no projeto denominado, Águas e Matas da Bacia do Ivinhema (AMBI), que acontece no dia 21 deste mês, a partir das 7h30, no auditório da Unidade Universitária da UEMS. O seminário é uma promoção da Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) e o Instituto de Meio Ambiente e Desenvolvimento (IMAD), com atuação jurisdição em todo território Sul-Mato-Grossense, sediado em Dourados.

Para a concretização do evento, a OSCIP e IMAD contam com as parcerias da Prefeitura de Glória de Dourados, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável (SEDS) via Divisão Municipal de Meio Ambiente (DIMA), além da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), Universidade do Estado de Mato Grosso do Sul (UEMS), Empresa Agropecuária Oeste (Embrapa-CPAO), Agência de Desenvolvimento Territorial da Grande Dourados (ADT-GD), Associação dos Produtores Orgânicos do Estado de Mato Grosso do Sul (APOMS), entre outras entidades representativas.

Os seminários municipais e regionais dentro do projeto Águas e Matas da Bacia do Ivinhema (AMBI) é um trabalho idealizado para desenvolver atividades e ações de conservação e proteção dos recursos naturais em torno de sete municípios. O objetivo do evento é a sensibilização dos produtores rurais, professores e lideranças comunitárias, que são verdadeiros agentes multiplicadores do conhecimento levando-se em consideração a importância dos recursos naturais, principalmente a água, para nossa qualidade de vida e para a economia, de modo especial na agropecuária.

Este é um evento patrocinado pela Petrobrás, através do seu Programa Petrobrás Ambiental, e faz parte de ações integradas e relacionadas à gestão socioambiental da bacia hidrográfica do Rio Ivinhema, que envolvem estudos ecológicos e socioeconômicos, ações de recuperação de matas ciliares associadas ao estabelecimento dos chamados Corredores Ecológicos.

A diretora da Divisão Municipal de Meio Ambiente (DIMA), bióloga Maria Aparecida Furtuoso Gomes relata, “o Corredor Ecológico é uma solução interessante para proteger a biodiversidade animal e vegetal, criando áreas de matas nativas denominadas de corredores de vegetações, conectando capões e também remanescentes de matas isoladas entre si, permitindo o livre trânsito e trocas de animais e sementes, reforçando a base genética das espécies envolvidas”.

Durante o seminário serão discutidos, “Bacia Hidrográfica: o que é?”; “Preservação Ambiental: quem precisa dela?”; “A importância dos biomas para as redes comunitárias”; bem como, serão levantadas demandas nas questões ambientais e desenvolvidas - “Atividades Tarefas” pelas escolas e entidades presentes. O seminário é aberto a todos os interessados nos temas que serão abordados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PEDOFILIA
Babá de 15 anos recebia dinheiro para ter relações com patrão
PREOCUPANTE
Mineradora declara situação de emergência em barragem de Araxá
INTOLERANCIA RELIGIOSA
Delegado solicita ida à casa do 'BBB 19' para interrogar Paula, investigada por intolerância
RESUMO DAS NOVELAS
Mercedes convoca Murilo para uma conversa
CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico