Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 19 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Giroto visita Deodápolis, Sidrolândia e tem reunião com empresários

29 Set 2010 - 14h52Por da Assessoria

Deodápolis, situada na região da Grande Dourados, teve boas notícias do candidato a deputado federal Edson Giroto (2222). O município é um dos contemplados com obras viárias, aprovadas no contrato que o Governo do Estado assinou com o BIRD, e que irá pavimentar e recapear mais de 1600 quilômetros de rodovias no Estado.

 

O maior programa de pavimentação e recuperação da malha viária do Estado foi um dos últimos projetos, que o então Secretário de Obras e Transporte, Edson Giroto, deixou encaminhado, no final de sua gestão. Ampliar e recuperar a infraestrutura de transporte e energia do Estado faz parte do plano de ação de Giroto (2222) na Câmara Federal. O município terá duas rodovias recapeadas. A MS-276 que ligará a BR-163 a Indápolis e Deodápolis e a MS-145 que ligará o município a Ipezal e a BR-267.

 

Com Giroto (2222) na Secretaria de Obras Públicas e de Transportes, o Governo de André Puccinelli não investiu apenas em obras viárias em Deodápolis. O Governo do Estado construiu nos últimos três anos 21 obras com investimentos superiores à R$ 61 milhões.

 

De acordo com Giroto (2222), os distritos de Porto Vilma, Presidente Castelo, Vila União e Lagoa Bonita, tiveram ampliados seus sistemas de abastecimento de água. Em Porto Vilma foi reformada ponte de madeira na ligação a Ipezal, sobre a MS-469, que teve também reformada sua escola estadual.

 

Sidrolândia

 

Nesta terça-feira (28) Giroto (2222) esteve reunido com diretores e funcionários do frigorífico JBS, em Sidrolândia. O município tem atraído nos últimos anos um número significativo de indústrias, principalmente nas áreas de alimentação, confecções e calçados, que geraram cerca de 3500 novos empregos.

 

Para Giroto (2222), essa mudança na base econômica do Estado está em franca evolução e deve alcançar a maioria dos municípios sul-mato-grossenses, desde que seja mantida a política de investimentos realizada pelo Governo de André Puccinelli, em infraestrutura.

 

Três Lagoas

 

Ainda na terça-feira, Giroto (2222) esteve reunido com empresários oportunidade em disse que o Estado vive o início de um novo processo de desenvolvimento. Tradicional fornecedor de matérias primas para os Estados mais industrializados, Mato Grosso do Sul passa por um processo de industrialização tem como polo desta mudança na matriz econômica, a cidade de Três Lagoas.

 

Graças ao eficiente trabalho de atração de indústrias realizado pela administração da ex-prefeita Simone Tebet e agora de sua sucessora, Márcia Moura, aliado aos investimentos feitos pelo Governo de André Puccinelli, que teve em Giroto (2222) seu principal executor, a ampliação e melhoria dos transportes e fornecimento de energia elétrica atraíram para Três Lagoas, gigantes mundiais na produção de papel e celulose. A International Paper e a Fibria fizeram uma revolução no mercado de trabalho da cidade e projeções indicam crescimento de 65% no estoques de emprego. A projeção de empregos para 2013 é de crescimento de 7 mil para 11 mil novos postos, graças à instalação da fábrica de Fertilizantes da Petrobrás, da Sitrel – Siderúrgica de Três Lagoas e da Eldorado Papel e Celulose.

 

Para Giroto (2222), a continuidade desses investimentos e uma reforma tributária que desonere e torne mais competitivos nossos produtos, transformarão a base econômica do Estado, aumentando a geração de emprego e uma melhor remuneração de sua população.

 

Em Três Lagoas, nos últimos três anos, o valor geral dos salários pagos pela indústria teve um aumento de 164%. Para Giroto (2222), esse processo pode ser levado a outros municípios do Estado, oferecendo as mesmas condições de incentivos, transporte e fornecimento de energia.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSIDADES
Padre sertanejo acusado de ostentação cobra entrada de idosos para assistir programa
ACIDENTE FATAL
Adolescente é atropelada quando levava pai em cadeira de rodas, veja o vídeo
VIOLENCIA DOMESTICA
'Não consigo reconhecê-la', diz irmão de mulher espancada no 1° encontro
O REI ROBERTO CARLOS
Roberto Carlos vestiu rosa e se mostrou contrário a projeto de Jair Bolsonaro
BRIGA NO PLANALTO
Magoado e traído, Bebianno não vai poupar filho de Bolsonaro
TRÁGICO
Mãe do piloto de Ricardo Boechat morre três dias após o filho
OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica