Menu
SADER_FULL
sexta, 18 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Giroto "desce a lenha" e acusa Bernal de usar tempo de trabalho para criar mentiras

10 Set 2013 - 17h37Por Mídia Max

O secretário estadual Edson Giroto (PMDB) tomou as dores do governador André Puccinelli (PMDB) e disparou contra o prefeito de Campo Grande Alcides Bernal (PP) via Facebook. Após Bernal dizer publicamente que Puccinelli estaria manipulando vereadores para articular sua cassação porque ele teria vencido a eleição contra Giroto à prefeitura, o secretário se irritou e desabafou na rede social.

Em seu post Giroto diz que Bernal tem o costume infeliz de procurar culpados por seus próprios erros e emenda afirmando que sua inanição (fraqueza) diante da prefeitura tem trazido prejuízo enormes a Campo Grande e ‘ao futuro de todos nós’.

O secretário tenta derrubar as especulações sobre a articulação do PMDB no processo de cassação de Bernal, dizendo que a derrocada dele tem motivações diversas.

“Remanejamento de verbas sem permissão do legislativo, desvio de repasses, atrasos e perseguições de todos os tipos. Essas ações emanam do Ministério Público, da Câmara dos Vereadores, do Tribunal de Contas, de Sindicatos etc. Não de mim”, justifica Giroto.

Logo em seguida o secretário bate de frente com o prefeito dizendo que a incapacidade administrativa ‘é apenas sua Bernal’.

“A incapacidade administrativa é apenas sua Bernal. Não terceirize sua incompetência. A responsabilidade é apenas SUA. Assuma seus erros e tente corrigi-los, pois nossa cidade merece alguém que trabalhe para manter a qualidade de vida de todos. Não precisamos de desculpas e de acusações infundadas, com intuito de tirar sua falta de ação do foco”, dispara a secretário.

Giroto aproveitou ainda para alfinetar a administração de Bernal – que é alvo da CPI do Calote – mandando que o prefeito pague suas contas e ainda dá ‘dicas’ para ‘refrescar a memória’ do prefeito de como é trabalhar.

“Pague suas contas. Assuma seus compromissos. Aja. Trabalhe. E para lembrar o Senhor o que é trabalho, estamos administrando o maior programa de obras da história de nosso Estado. São mais de R$ 3 bilhões investidos. Use o MS Forte como exemplo e TRABALHE”, contra-ataca.

Para finalizar o secretário ‘explica’ que se seguir seus ‘conselhos’ Bernal deixará de receber tantas críticas e terá menos tempo ocioso para perder inventando mentiras.

Caso

Na manhã de segunda-feira (9), Bernal declarou publicamente que quem está por trás do suposto golpe político para cassar seu mandato é o governador André Puccinelli (PMDB). Os vereadores analisam um pedido de cassação encaminhado a Casa de Leis pelo presidente do Sisem (Sindicato dos Servidores Municipais).

Para cassar abrir o processo de cassação pelo menos 15 vereadores devem estar presentes na votação. Se não houver quórum a sessão é cancelada. Destes 15, oito precisam ser favoráveis à abertura do pedido. Aberto o procedimento, é formada a Comissão Processante por sorteio com o nome dos parlamentares presentes, que podem optar se desejam participar.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS
DECEPCIONADA
Regina Duarte surpreende e se posiciona contra atitude de Bolsonaro
SATÂNICO
Mulheres são presas acusadas de torturar criança de apenas dois anos que teve rosto desfigurado
INSPIRAÇÃO
Idoso se forma em Direito aos 94 anos, após morte da esposa
POLEMICA
Movimento Gay quer tirar Bíblia de circulação no Brasil, diz Damares