Menu
SADER_FULL
quinta, 19 de julho de 2018
PASSARELA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Giroto "desce a lenha" e acusa Bernal de usar tempo de trabalho para criar mentiras

10 Set 2013 - 17h37Por Mídia Max

O secretário estadual Edson Giroto (PMDB) tomou as dores do governador André Puccinelli (PMDB) e disparou contra o prefeito de Campo Grande Alcides Bernal (PP) via Facebook. Após Bernal dizer publicamente que Puccinelli estaria manipulando vereadores para articular sua cassação porque ele teria vencido a eleição contra Giroto à prefeitura, o secretário se irritou e desabafou na rede social.

Em seu post Giroto diz que Bernal tem o costume infeliz de procurar culpados por seus próprios erros e emenda afirmando que sua inanição (fraqueza) diante da prefeitura tem trazido prejuízo enormes a Campo Grande e ‘ao futuro de todos nós’.

O secretário tenta derrubar as especulações sobre a articulação do PMDB no processo de cassação de Bernal, dizendo que a derrocada dele tem motivações diversas.

“Remanejamento de verbas sem permissão do legislativo, desvio de repasses, atrasos e perseguições de todos os tipos. Essas ações emanam do Ministério Público, da Câmara dos Vereadores, do Tribunal de Contas, de Sindicatos etc. Não de mim”, justifica Giroto.

Logo em seguida o secretário bate de frente com o prefeito dizendo que a incapacidade administrativa ‘é apenas sua Bernal’.

“A incapacidade administrativa é apenas sua Bernal. Não terceirize sua incompetência. A responsabilidade é apenas SUA. Assuma seus erros e tente corrigi-los, pois nossa cidade merece alguém que trabalhe para manter a qualidade de vida de todos. Não precisamos de desculpas e de acusações infundadas, com intuito de tirar sua falta de ação do foco”, dispara a secretário.

Giroto aproveitou ainda para alfinetar a administração de Bernal – que é alvo da CPI do Calote – mandando que o prefeito pague suas contas e ainda dá ‘dicas’ para ‘refrescar a memória’ do prefeito de como é trabalhar.

“Pague suas contas. Assuma seus compromissos. Aja. Trabalhe. E para lembrar o Senhor o que é trabalho, estamos administrando o maior programa de obras da história de nosso Estado. São mais de R$ 3 bilhões investidos. Use o MS Forte como exemplo e TRABALHE”, contra-ataca.

Para finalizar o secretário ‘explica’ que se seguir seus ‘conselhos’ Bernal deixará de receber tantas críticas e terá menos tempo ocioso para perder inventando mentiras.

Caso

Na manhã de segunda-feira (9), Bernal declarou publicamente que quem está por trás do suposto golpe político para cassar seu mandato é o governador André Puccinelli (PMDB). Os vereadores analisam um pedido de cassação encaminhado a Casa de Leis pelo presidente do Sisem (Sindicato dos Servidores Municipais).

Para cassar abrir o processo de cassação pelo menos 15 vereadores devem estar presentes na votação. Se não houver quórum a sessão é cancelada. Destes 15, oito precisam ser favoráveis à abertura do pedido. Aberto o procedimento, é formada a Comissão Processante por sorteio com o nome dos parlamentares presentes, que podem optar se desejam participar.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TURISMO PELO BRASIL E MUNDO
Indústria de Hotéis aguarda aprovação dos jogos para captar bilhões em produtos turísticos
AGORA EM DOURADOS - MS
UNIPAR EAD com cursos de Educação Física, Letras, Marketing e mais 22 cursos, Confira todos aqui
TRAGEDIA
Acidente chocante em Foz: casal morre na hora em batida
NOVELA GLOBAL
Aliada de Laureta, Rosa se vinga do pai e o humilha no restaurante em ‘Segundo sol’
GRANA
Governo antecipa primeira parcela do 13º de aposentados e pensionistas
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Severo é preso e humilha Roberval
FUTEBOL PELO MUNDO
Real Madrid se recusa a permitir que Vinícius Júnior permaneça no Flamengo até o final de 2018
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Luzia descobre que seu filho com Beto não morreu
CONCURSOS - OPORTUNIDADES
Concurso: 13 órgãos abrem as inscrições para 1,9 mil vagas nesta segunda
FOI SALVAR O MELHOR AMIGO
Jovem morre afogado após pular em rio para tentar salvar cachorro